Kwong Kuen Shan - As quatro estações do gato

Aquarelas chinesas
Kwong Kuen Shan - As quatro estações do gato - Editora Estação Liberdade - Tradução da edição francesa por Denise Bottmann - Lançamento: 2022.

Esta é uma edição de excelente acabamento gráfico da Editora Estação Liberdade reunindo 40 aquarelas da pintora e escritora Kwong Kuen Shan, que nasceu e cresceu em Hong Kong, residindo hoje na Grã-Bretanha. A obra apresenta, juntamente com as ilustrações, uma seleção de citações da literatura clássica chinesa, de sua filosofia, principalmente do Taoismo, de poemas das dinastias antigas e provérbios. Os gatos – esses seres independentes e misteriosos que vivem segundo suas próprias regras – são o tema preferido das aquarelas que representam a simplicidade de saber viver em harmonia com o ritmo das estações do ano. Muito recomendado para presentear o(a) amigo(a) que aprendeu a conviver e admirar a sabedoria dos felinos, "mestres na arte da arrogância e da desobediência", mas que podem se tornar também grandes companheiros, como bem sabemos.

"A palavra chinesa 'Tao' significa 'via, caminho': trata-se da direção a tomar para realizar uma viagem – do começo ao fim. Refere-se ao modo como buscamos a verdade, conduzindo-nos de maneira honesta e honrosa. consiste sobretudo em seguir a lei da natureza, viver em harmonia com os outros seres vivos, apreciar o que se passa em nossa vida cotidiana, extrair ensinamentos dessas experiências e desenvolvê-los. [...] Os gatos do Tao se destacam e ultrapassam os mais solitários humanos. Extremamente independentes, contam apenas com sua inteligência, resistência e instinto de sobrevivência. São temerários e decididos, livres e audaciosos, levando sua vida solitária cercados por mais inimigos do que amigos. Os gatos do Tao são, acima de tudo, seres indômitos." - Prefácio de Kwong Kuen Shan

Aquarelas chinesas

"As quatro estações são uma manifestação da natureza e das tradições culturais. Cada uma delas tem sua beleza própria. Os seres humanos vivem, na maioria, ocupados demais para se deterem e contemplarem a beleza que os cerca. Não é o caso dos gatos. / Na primavera, saem para brincar e perseguir os passarinhos e as borboletas entre as flores que se abrem. / No verão, meditam e dormitam ao sol. Amam o sol, e o sol lhes retribui o amor. O astro do dia, com todo o seu poderio, aquece-os como se brilhasse só para eles. Os gatos ronronam de gratidão. / No outono, dançam com as folhas mortas. Seu corpo se adapta bem ao vento dessa estação. Vermelho, laranja, marrom, amarelo, dourado, preto e branco: a paleta do outono se enriquece com os tons da pelagem deles. / No inverno, entregam-se à calma e ao repouso. É o momento de procurar conforto e calor na melhor poltrona perto da lareira ou em nossa cama."Prefácio de Kwong Kuen Shan

Aquarelas chinesas
Sobre a autora: Kwong Kuen Shan nasceu e cresceu em Hong Kong, onde estudou literatura clássica chinesa, história e caligrafia. Atualmente, reside na Grã-Bretanha e trabalha como artista, expondo seus trabalhos localmente na região do País de Gales. Para sua arte, Kuen Shan usa diferentes estilos e técnicas tradicionais da pintura chinesa, sempre com instrumentos e materiais chineses. Ela tem diversos livros publicados, combinando arte e pequenos textos para reflexão ― seus temas preferidos são paisagens, construções arquitetônicas e, principalmente, gatos. Quando não está pintando ou escrevendo, ela gosta de cuidar do jardim e tocar piano, de cozinhar e de degustar a seleção de vinhos do marido.

Onde encontrar o livro: Clique aqui para comprar As quatro estações do gato de Kwong Kuen Shan

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

As 20 obras mais importantes da literatura francesa

As 20 obras mais importantes da literatura japonesa

As 20 obras mais importantes da literatura italiana

As 20 obras mais importantes da literatura dos Estados Unidos

As 20 obras mais importantes da literatura brasileira

As 20 obras mais importantes da literatura portuguesa