Postagens

Mostrando postagens de Março, 2013

Haruki Murakami - 1Q84 - Livro 2

Imagem
Haruki Murakami - 1Q84 (Livro 2) - 376 páginas - Editora Objetiva, Selo Alfaguara - Tradução direta do japonês de Lica Hashimoto - Lançamento: Março 2013 (lançamento original no Japão em 2009).
Resenha do Livro 1: Haruki Murakami - 1Q84
Neste segundo volume da trilogia, Haruki Murakami consegue avançar no intrincado mundo de 1Q84 mantendo o ritmo cinematográfico e ainda sem descuidar do nível de tensão e suspense criados no primeiro livro. A narrativa continua intercalando os capítulos com as trajetórias dos protagonistas Tengo e Aomame que se aproximam, ou se reaproximam, cada vez mais na sua busca pelo amor (como resumiu o próprio Murakami). Ao mesmo tempo, maiores detalhes são revelados sobre a seita Sakigake, cujo líder Aomame deverá eliminar, e  o temível Povo Pequenino, através de "Crisálida de Ar", o romance que Tengo reescreveu à partir do roteiro original da jovem e bela Fukaeri, além da difícil explicação sobre a clonagem de alguns personagens com os conceitos d…

Finalistas da Smithsonian Magazine 2012

Imagem
As 50 fotos finalistas da décima edição do concurso da Smithsonian magazine, versão 2012, estão simplesmente fantásticas. A competição reuniu mais de 37.600 fotógrafos de 112 países, concorrendo em cinco categorias: Natureza, Viagem, Pessoas, Americana e Imagens Alteradas. A votação está aberta on-line para o público no site da Smithsonian até 29 de março.

Cristovão Tezza - O Filho Eterno

Imagem
Cristovão Tezza - O Filho Eterno - Editora Record - 224 páginas - lançamento 2007.

A metaficção ou mais diretamente neste caso, autoficção, de Cristovão Tezza, consciente ou não, é um recurso que, sendo bastante utilizado na literatura contemporânea, quase sempre gera bons resultados nas mãos de um autor que saiba dominar a tensão existente entre realidade e ficção. No entanto, Tezza extrapolou todos os limites com esta arriscada e premiada experiência literária chamada "O Filho Eterno" que ganhou as mais importantes disputas nacionais de 2008, como por exemplo: Portugal Telecom, Jabuti e São Paulo de Literatura, além de ter sido traduzido em vários idiomas.

O romance, narrado em terceira pessoa, utiliza como matéria-prima dados biográficos do próprio Tezza: as dificuldades na escrita de seus primeiros livros, as realizações e frustrações da carreira literária, a vida como imigrante ilegal na Europa e, principalmente,  sua experiência com o filho, portador de sídrome de Dawn, …

Junichiro Tanizaki - As irmãs Makioka

Imagem
Junichiro Tanizaki - As irmãs Makioka - Editora Estação Liberdade - 742 páginas - Tradução direta do japonês de Leiko Gotoda, Kanami Hirai, Neide Hissae Nagae e Eliza Atsuko Tashiro - Lançamento 2005.
Os leitores já familiarizados com os temas fortes abordados por Junichiro Tanizaki (1886-1965) em obras como, por exemplo, "Diário de um Velho Louco" e "Voragem" (ler aqui resenha do Mundo de K); temas como infidelidade, fetichismo e sadismo, certamente ficarão surpreendidos pelo ritmo lento e a delicadeza do autor neste romance que é uma homenagem à família e aos valores tradicionais da cultura japonesa. No entanto, deve-se destacar que nem sempre as quatro irmãs Makioka: Tsuruko, Sachiko, Yukiko e Taeko, conseguem se adequar às regras rígidas familiares e ao conflito entre tradição e modernidade, no Japão da época anterior à Segunda Grande Guerra.

O romance gira em torno do objetivo comum da família Makioka de conseguir um pretendente para o casamento da terce…
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...