Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2018

Inês Pedrosa - Desamparo

Imagem
Inês Pedrosa - Desamparo - Editora Leya - 296 Páginas - Capa e ilustrações: Gilson Lopes - Lançamento: 15/08/2016
Inês Pedrosa confirma, neste seu sétimo romance, ser uma das vozes mais criativas da literatura portuguesa contemporânea. Desamparo apresenta uma abrangência temática que, ao descrever os movimentos migratórios entre Portugal e Brasil e suas consequências na vida dos personagens, fala de encontros e desencontros familiares, amor e morte. Permeando as questões humanas, uma visão de dois países que buscam encontrar o seu lugar em um mundo cada vez mais globalizado e que cobra um preço alto pelo ingresso na suposta modernidade, o que nem sempre representa uma garantia de melhores condições de vida para portugueses e brasileiros, muito pelo contrário.

Toda a narrativa é desencadeada pela história de Jacinta que morou no Brasil a maior parte de sua vida, tendo sido separada da mãe aos três anos. Ela, assim como os seus três filhos, Rafael, Rita e Raul, desenvolveu um português co…

Prêmio Rio de Literatura 2018 - Mais um para Silviano Santiago

Imagem
Mais uma premiação para o excelente romance Machado (Editora Companhia das Letras) de Silviano santiago, vencedor na categoria Prosa de Ficção na terceira edição do Prêmio Rio de Literatura. O livro já havia levado o Jabuti de 2017 nesta categoria, eleito também como livro do ano de ficção pela organização e ainda o segundo lugar do Prêmio Oceanos (antigo Portugal Telecom de Literatura). 

Na categoria Ensaio, venceu Paulo Cesar da Costa Gomes, autor de Quadros geográficos (Editora Bertrand); e em Poesia (categoria incluída a partir dessa edição), O martelo (Editora Garupa), obra de Adelaide Ivánova foi a escolhida. Na categoria Novo Autor Fluminense, o escolhido foi Guiado Arosa, com a obra O complexo melancólico.

O prêmio recebeu 464 inscrições de livros publicados no Brasil entre 1º de outubro de 2016 e 1º de outubro de 2017. O júri final foi composto por Antonio Secchin, Gabriel Chalita, Davi Barbosa, Heloísa Buarque de Hollanda e Renato Cordeiro Gomes.

Ler abaixo a resenha de Mach…

Por que a guerra? Das batalhas gregas à ciberguerra: uma história da violência entre os homens

Imagem
Por que a guerra? Das batalhas gregas à ciberguerra: uma história da violência entre os homens - Organização de Francisco Carlos Teixeira da Silva e Karl Schurster Sousa Leão - Editora Civilização Brasileira - 448 Páginas - Lançamento: 27/08/2018.

Alguns historiadores, influenciados pelas teorias de Carl von Clausewitz (1780-1831), que considerava a guerra como uma forma de ação política, acreditam na hipótese de que a guerra é uma característica permanente da condição humana. Esta teoria é confirmada, de certa forma, por outras áreas de estudos. Sigmund Freud, por exemplo, admitia, na sua Teoria dos Instintos, que a natureza violenta é intrínseca a todos os homens. De fato, as narrativas literárias mais antigas, tais como a Epopeia de Gilgamesh ou a Ilíada de Homero, provam que a guerra sempre foi inerente à história da civilização.

Por outro lado, a busca pela paz também é uma constante aspiração humana, representada por filósofos como Immanuel Kant (1724-1804) e a ação de políticos p…

Finalistas do Man Booker Prize 2018

Imagem
Divulgada a shortlist com os 06 finalistas da edição 2018 do Man Booker Prize. Ainda não foi dessa vez que os organizadores permitiram a inclusão de uma história em quadrinhos, HQ ou graphic novel, já que, Sabrina, do cartunista norte-americano Nick Drnasodo, não conseguiu avançar da fase de longlist (leia aqui para conhecer todos os treze semifinalistas). O canadense Michael Ondaatje, autor de O paciente inglês, que era considerado um dos favoritos, não conseguiu avançar também para a shortlist. 
O Man Booker, no valor de 50 mil libras, distingue anualmente um livro de ficção escrito em inglês e publicado no Reino Unido no ano da premiação, independentemente da nacionalidade do autor. A inglesa Daisy Johnson, 27 anos, é a finalista mais jovem da história da premiação. O vencedor será anunciado no dia 16 de outubro. Segue a shortlist de 2018 (confira os links para as resenhas divulgadas pela organização):
Milkman de Anna Burns (Inglaterra)

Washington Black de Esi Edugyan (Canadá)

Everythi…

André de Leones - Eufrates

Imagem
André de Leones - Eufrates - Editora José Olympio - 392 Páginas - projeto gráfico da capa: Elmo Rosa - Lançamento: 27/08/2018
Ao acompanhar a trajetória de dois jovens amigos, Jonas e Moshe, ao longo do período entre 1999 e 2013, de forma não linear e fragmentada, André de Leones vai revelando aos poucos, seja por meio das ações dos próprios protagonistas ou de suas reações aos percalços da vida, personalidades tão marcantes que conquistam a identificação do leitor, não por serem pessoas diferentes ou especiais, justamente pelo contrário, na sua simplicidade e autenticidade acabamos torcendo por eles, para que consigam ser felizes da melhor forma possível, como se fossem também nossos amigos mais próximos.

O romance é ambientado nas cidades de São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belém, Buenos Aires e Jerusalém, não necessariamente nessa ordem, e a leitura flui com muita rapidez, sempre movida por diálogos bem construídos e uma constante narrativa visual, quase cinematográfica. O autor …

Exposição Myra Landau

Imagem
Hoje tem início a exposição Rhythm, Time and Space com trabalhos da artista plástica Myra Landau na Galeria Henrique Faria(Nova York, 35 East 67th St. 4th Floor), que ficará aberta ao público até 19 de outubro. Infelizmente, Myra Landau faleceu em julho deste ano, nascida em Bucareste, Romênia, ela era conhecida principalmente pelos trabalhos que fez no Brasil, depois no México por muitos anos e na Itália, Israel e Holanda. Era uma grande amiga virtual, dessas pessoas que pertencem ao mundo e a nenhum país. Saudades da Myra e do seu irmão, Iosif Landau (1924-2009), grande escritor que também viveu no Brasil.



Deixo aqui uma citação da própria Myra Landau que expressa tão bem o seu prazer pela vida, no seu livro Si Sabes Ver, não publicado no Brasil, mas que guardo com carinho uma preciosa edição, com dedicatória da autora:


"Todo es motivo para hacer arte desde el instante en que hemos aprendido a ver, a sentir, a oír, a intuir. El resto es sólo técnica. Y ésta sí se aprende. Pero nu…

Finalistas do Prêmio São Paulo de Literatura 2018

Imagem
Divulgada a lista dos finalistas do Prêmio São Paulo de Literatura, versão 2018. São 10 obras concorrendo ao prêmio de R$ 200 mil, na categoria Melhor Livro de Romance do Ano; seis disputarão R$ 100 mil, na categoria Melhor Livro de Romance do Ano – Autor Estreante com mais de 40 anos; e quatro estão concorrendo a R$ 100 mil, na categoria Melhor Livro de Romance do Ano – Autor Estreante com até 40 anos. Todos os livros publicados em 2017.

O destaque este ano vai para as corajosas editoras independentes como a Patuá que marcou presença em todas as categorias com quatro livros finalistas e a Nós que apostou na jovem autora Aline Bei e o seu livro de estreia O peso do pássaro morto (ler aqui resenha  do Mundo de K). Entre os escritores consagrados, Milton Hatoum voltou a publicar depois de nove anos com A noite da espera, primeiro volume de uma trilogia (ler aqui resenha do Mundo de K). Segue a relação de autores finalistas e editoras.

Categoria Melhor Livro de Romance do Ano

Ana Paula Maia…

J.M. Coetzee - A vida escolar de Jesus

Imagem
J.M. Coetzee - A vida escolar de Jesus - Editora Companhia das Letras - 264 Páginas - Tradução de José Rubens Siqueira - Capa de Kiko Farkas / Máquina Estúdio - Lançamento: 20/08/2018 (Ler aqui um trecho em pdf disponibilizado pela Editora).
Relembrando o primeiro romance, A infância de Jesus, que originou esta continuação: um homem de meia-idade desembarca, juntamente com um menino que se perdeu da mãe durante a viagem de navio, em um continente não identificado e em uma época não definida, juntos descobrem uma sociedade que oscila entre a utopia e a distopia, uma espécie de campo de refugiados onde impera a ingenuidade e apatia dos moradores, a boa vontade de uns com os outros. Nada é revelado sobre o passado dos personagens ou sobre os motivos que os levaram ao exílio. Neste mundo, representado pela cidade de Novilla, ambos os personagens recebem novos nomes na recepção de cadastramento, o homem passa a se chamar Simón e a criança Davíd. Eles procuram a mãe de Davíd e acabam encontr…

Alberto Mussa - A biblioteca elementar

Imagem
Alberto Mussa - A biblioteca elementar - Editora Record - 192 Páginas - Projeto gráfico da capa: Regina Ferraz - Design dos mapas e cartas celestes: Mayara Lista - Lançamento: 13/08/2018.
O romance encerra um ciclo denominado "Compêndio mítico do Rio de Janeiro", uma sequência de cinco obras independentes, sendo os quatro primeiros títulos em ordem de lançamento: O trono da rainha Jinga, O senhor do lado esquerdo, A primeira história do mundo e A hipótese humana. Na pentalogia, cada romance é ambientado em um século da história carioca, o gênero policial é o ponto de partida para que o o autor utilize na sua ficção as influências culturais presentes no Rio de Janeiro por meio do encontro das culturas ameríndias, africanas e das tradições populares brasileiras, as diferentes etnias formando o imaginário e o panorama mitológico do povo carioca. Um ponto importante destacado por Alberto Mussa em sua nota introdutória é que: "se as mitologias variam, e divergem entre si, con…
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...