Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2020

Mário Araújo - Breu

Imagem
Mário Araújo - Breu - Editora Faria e Silva - 248 Páginas - Projeto gráfico e Diagramação: Estúdio Castellani - Capa: Tom Catan - Lançamento: 2020. Mário Araújo conduz o seu romance de estreia com muita segurança ao utilizar diferentes vozes narrativas – todas de mulheres – para contar a trajetória de quatro gerações de uma mesma família ao longo de quarenta e cinco anos, iniciando em Porto Alegre e Santa Catarina até se estabelecer em Curitiba. O exercício de polifonia adiciona camadas com novos pontos de vista para os mesmos eventos que se tornam mais claros no decorrer da leitura. As protagonistas, inspiradas em pessoas simples de uma classe média baixa, procuram vencer as dificuldades e superar as tragédias que a vida lhes impõe, nem sempre com sentimentos nobres. Não há como pensar em famílias infelizes e não lembrar da frase inicial do romance  Anna Kariênina  de Tolstói: "Todas as famílias felizes se parecem, cada família infeliz é infeliz à sua maneira." E, realmente,

Braulio Tavares - Mundo Fantasmo

Imagem
Braulio Tavares - Mundo Fantasmo - Editora Bandeirola - 128 Páginas - Projeto gráfico, capa e diagramação: Thaís B. Ferraz - Ilustrações: Romero Cavalcanti - Lançamento: 2020. O paraibano Braulio Tavares, escritor, poeta, compositor e tradutor, já é um nome conhecido no meio literário, tanto pelos artigos que publica regularmente no seu blog Mundo Fantasmo , quanto por ter se tornado uma referência na literatura fantástica e de ficção científica no Brasil.  A antologia de contos Mundo Fantasmo foi publicada originalmente em 1996 pela Editora Rocco (Rio de Janeiro) e depois lançado em Portugal em 1997 pela Editorial Caminho (Lisboa). Esta é, portanto, a terceira edição desta obra, o q ue comprova a atualidade e originalidade dos sete contos, difíceis de se enquadrar em uma única categoria. Uma homenagem à literatura, a começar pelo título, fala de Riobaldo em  Grande Sertão: Veredas , durante a batalha final contra Hermógenes, assim como outras citações a escritores e obras consagradas

Liev Tolstói - O diabo e outras histórias

Imagem
Liev Tolstói - O diabo e outras histórias - Editora Companhia das Letras - 192 Páginas - Capa e projeto gráfico: Kiko Farkas e Ana Lobo / Máquina Estúdio - Tradução de Beatriz Morabito, Beatriz Ricci e Mayra Pinto - Posfácio de Paulo Bezerra - Lançamento: 2020. Aqui está uma boa oportunidade para conhecer o lado contista de um dos maiores romancistas da literatura universal, visto que o leitor poderá ter uma pequena amostra do estilo de Liev Tolstói (1828-1910) antes de se aventurar em outras obras de maior extensão e complexidade narrativa, tais como Ana Kariênina , Ressurreição e, principalmente, o clássico de 2.500 páginas Guerra e Paz. De fato, os cinco contos incluídos nesta antologia: Três mortes , Kholstómer , O diabo , Falso cupom e Depois do baile ,  escritos entre 1858 e 1904, abordam alguns temas recorrentes na literatura de Tolstói, descendente de uma família aristocrática, mas sempre preocupado com a exploração e pobreza das famílias no ambiente rural, assim como o seu i

As melhores listas de livros de 2020 em um só lugar!

Imagem
É impossível acompanhar todas as listas de melhores livros do ano no Brasil e no exterior, mas aqui você vai encontrar um resumo do que foi publicado de melhor em 2020 e assim guardar para ler com calma, de preferência antes do próximo ano! Leitores compulsivos ou pessoas normais precisando escolher um bom presente de final de ano, sigam os links e aproveitem a lista das listas em um só lugar, uma postagem de utilidade pública! A imagem que abre esta postagem corresponde à lista da National Public Radio (NPR) , com mais de 2.500 títulos em categorias que podem ser filtradas e até mesmo combinadas de forma inteligente, tais como: biografia e memórias , livros de culinária , poesias e contos , para amantes da música , infantis , ficção científica e fantasia e muitos outros. Seguem os links para os últimos anos: 2019 / 2018 / 2017 / 2016 / 2015 / 2014 / 2013 / 2012 / 2011 / 2010 . Uma das listas mais conceituadas sobre lançamentos do ano em língua inglesa, originais e traduções,

Vencedores do Prêmio Oceanos 2020

Imagem
Divulgados os três romances vencedores do Prêmio Oceanos de Literatura, versão 2020. Torto arado (Editora Todavia), de Itamar Vieira Junior, ficou com o primeiro lugar, seguido por  A visão das plantas (Relógio D’Água), da portuguesa nascida em Angola Djaimilia Pereira de Almeida, e Carta à rainha louca (Editora Alfaguara), de Maria Valéria Rezende, ficou com o terceiro lugar. Um grande resultado para a literatura brasileira, assim como um reconhecimento mais do que merecido para dois grandes autores: Itamar Vieria Junior (que já levou o Jabuti 2020) e Maria Valéria Resende (dispensa apresentações). Clique aqui para ler a resenha completa de Torto arado e aqui para Carta à rainha louca.  No site da organização do Prêmio Oceanos de Literatura, a professora, crítica literária e jurada portuguesa Joana Matos Frias resumiu com muita propriedade o valor da obra vencedora: “ Torto arado é um romance raro e arrebatador por ser ao mesmo tempo absolutamente local e absolutamente unive

Vencedores do Prêmio Açorianos de Literatura

Imagem
Divulgados os vencedores da 26ª edição do Prêmio Açorianos de Literatura para os livros publicados em 2019. A surpresa ficou por conta do resultado na categoria de narrativa longa ou romance, com um empate entre Altair Martins e Paulo Scott, por Os donos do inverno e Marrom e amarelo ( ler aqui a resenha do Mundo de K), respectivamente. O livro do ano ficou com Tudo tem a ver  de Arthur Nestrovski. Uma antologia sobre música e literatura, que também foi vencedora na categoria de Ensaios de Literatura e Humanidades.  A premiação, criada em 1994, é a mais importante no Rio Grande do Sul, contribuindo para o estímulo e reconhecimento de obras, autores, editoras e projetos. Atualmente, a avaliação é dividida em oito categorias: Conto, Crônica, Ensaio de Literatura e Humanidades, Especial, Infantil, Infantojuvenil, Narrativa Longa e Poesia. Os vencedores de cada categoria concorrem ao título de Livro do Ano. Segue abaixo a relação de vencedores em cada categoria. Livro do ano  Tudo tem a

Regina Porter - Os viajantes

Imagem
Regina Porter - Os viajantes - Editora Companhia das Letras - 384 Páginas - Tradução de Juliana Cunha - Capa de Elisa von Randow - Foto de Capa: Consuelo Kanaga, "Young Girl in Profile", 1948 - Lançamento no Brasil: 26/11/2020. Regina Porter surpreende em seu romance de estreia que pode ser definido como monumental devido à variedade, complexidade e, principalmente, veracidade das múltiplas vozes narrativas a partir de personagens que compõem um painel da história dos Estados Unidos desde a segunda metade do século XX até o início do século XXI. Um tipo de obra cada vez mais difícil de se encontrar na literatura contemporânea e comparável, na sua criatividade, a romances do nível de  Lincoln no Limbo de George Saunders , 4 3 2 1 de Paul Auster e Garota, mulher, outras de Bernardine Evaristo , para citar alguns exemplos mais recentes. O livro não deve ser considerado apenas como uma reflexão sobre a segregação e a discriminação racial nos EUA, embora também o seja, porque

Os melhores livros e resenhas de 2020

Imagem
Este foi um ano terrível e ficará marcado para sempre como o ano da Pandemia. A literatura ainda está nos ajudando a vencer a interminável quarentena e, mais uma vez, é chegado o momento das listas de final de ano com excelente desempenho das editoras independentes. Esta lista não reflete somente os lançamentos de 2020, mas também as melhores resenhas publicadas em ordem cronológica, como sempre com base apenas no meu gosto — sigam os links clicando no título dos livros para ler as resenhas completas. Desejo a todos um ótimo 2021 com muita literatura, cultura e arte em geral. Conto com a presença de vocês no Mundo de K. (01) Toni Morrison - O olho mais azul (resenha publicada em 04/01/2020 ) Publicado originalmente em 1970, The Bluest Eye é o romance de estreia da escritora norte-americana Toni Morrison (1931-2019), Prêmio Nobel de Literatura de 1993, em relançamento pela Editora Companhia das Letras. É uma ótima oportunidade para conhecer a obra que se tornou um importante símbolo so