Postagens

Mostrando postagens de julho, 2024

Emanuela Ribeiro - O romper das conchas

Imagem
Emanuela Ribeiro - O romper das conchas - Editora Caos & Letras - 124 Páginas - Projeto gráfico: Cristiano Silva - Capa: Eduardo Sabino - Lançamento: 2023. O romance de estreia de Emanuela Ribeiro narra a história do reencontro de duas irmãs, Letícia e Clarice, que se aproximam após a trágica morte da mãe. "O romper das conchas" nos mostra a  necessidade de vencer as perdas que alimentam a solidão e muitas vezes o isolamento da própria família. Clarice, a irmã mais velha, deixou a pequena localidade de Praia das Conchas para cursar a faculdade de Letras em Fortaleza, tornando-se professora universitária e mestre em literatura, além de manter um casamento aparentemente feliz; já Letícia ficou em casa com a mãe que sofria de depressão após a morte do marido, o que prejudicou a sua vida pessoal e profissional. A autora conduz a narrativa de forma dinâmica, alternando cada capítulo com a voz narrativa de uma das irmãs, assim como diálogos precisos que revelam aos poucos os di

Elton Frederick - A vida breve dos cães

Imagem
Elton Frederick - A vida breve dos cães - Editora Mondru - 248 Páginas Capa e Projeto Gráfico de Jeferson Barbosa - Lançamento: 2023. O romance de estreia de Elton Frederick pode ser considerado uma ficção especulativa, gênero que se confunde com a distopia, contudo extrapolando situações reais similares da atualidade, por exemplo o controle da liberdade de expressão política e religiosa em regimes totalitários, o preconceito e a violência de gênero, assim como outras restrições à individualidade. Eventos que podem acontecer ou já estão acontecendo no mundo, um estilo que foi popularizado por Margareth Atwood com o seu clássico "The Handmaid's Tale" ou "O Conto da Aia" como foi traduzido no Brasil, obra que trata do controle da vida das mulheres pelo Estado, publicada originalmente em 1985 e que ganhou novo fôlego com a recente e premiada adaptação para série de TV nos EUA. Em "A vida breve dos cães", a substância que garante a cura de uma doença morta