Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2018

Luisa Geisler - De espaços abandonados

Imagem
Luisa Geisler - De espaços abandonados - Editora Alfaguara - 416 Páginas - Capa: Claudia Espínola de Carvalho - Lançamento: 18/06/2018 (Ler aqui um trecho em pdf disponibilizado pela Editora).
Preparei uma postagem, em março de 2017, com o título de 20 grandes escritoras brasileiras, na época a ideia era apresentar um painel que iniciava com as autoras nacionais clássicas até chegar, em ordem cronológica, às novas gerações. O texto terminava com a Luisa Geisler, nascida em 1991 que, mesmo muito jovem, já tinha publicado alguns livros bem-sucedidos: Contos de mentira (Record, 2011), vencedor do Prêmio Sesc de Literatura 2010/2011 na categoria conto, Quiça (Record, 2012) vencedor no ano seguinte do mesmo prêmio na categoria romance e o lançamento mais recente até então, muito elogiado pela crítica: Luzes de emergência se acenderão automaticamente (Alfaguara, 2014). Naquele texto eu confessava me sentir péssimo porque anda não havia lido nada da autora-fenômeno, exceto as crônicas dela no…

Toni Morrison - Amada

Imagem
Toni Morrison - Amada (Beloved) - Editora Companhia das Letras - 368 Páginas - Tradução de José Rubens Siqueira - Relançamento: 16/07/2018 (Ler aqui um trecho em pdf disponibilizado pela Editora).
Após o lançamento de seu romance Paraíso em 1997, a chamada de capa da edição de 1998 da revista Time (ver imagem abaixo) não poderia ter sido mais elogiosa: "The Sound and the Fury of Toni Morrison", em uma referência ao clássico "O som e a fúria" de William Faulkner. Poderia existir honra maior para um(a) autor(a) do que ser comparado(a) a Faulkner, mesmo já tendo recebido o Nobel de Literatura em 1993? E ainda mais, na mesma matéria o subtítulo declarava: "The Great American Storyteller", sabemos que existe uma verdadeira obsessão da mídia nos Estados Unidos em encontrar o próximo "grande romancista norte-americano", até mesmo Jonathan Franzen já foi capa da Time em 2010 com essa mesma chamada mas, exageros à parte, não há dúvida de que, depois da mo…

Albert Camus - A Morte Feliz

Imagem
Albert Camus - A Morte Feliz (La Mort Heureuse) - Editora Record - 192 Páginas - Tradução de Valerie Rumjanek - Lançamento: 19/03/2018.

Mais um livro da Editora Record em continuidade ao projeto de relançamento da obra completa do argelino radicado na França Albert Camus (1913-1960), Prêmio Nobel de Literatura de 1957, com todas as capas em novo e bonito projeto gráfico: “O avesso e o direito”, “O exílio e o reino”, “A inteligência e o cadafalso”, “A morte feliz”, “O mito de Sísifo” e “Estado de sítio”. No ano passado já haviam sido relançados: “O estrangeiro”, “A peste”, “O homem revoltado” e “Diário de viagem”.

"A morte feliz" é um romance breve que foi publicado postumamente em 1971 com base em fragmentos elaborados por Albert Camus no período de 1936 a 1938 e de forte cunho existencialista. O argumento principal, como é comum em grande parte da obra do autor-filósofo, é a inadaptação do homem ao meio em que vive, a busca pela felicidade, a sua consciência da morte e o sen…

Emancipação e História - José Maurício Domingues

Imagem
Emancipação e História - O Retorno da Teoria Social - José Maurício Domingues - Editora Civilização Brasileira - 294 Páginas - Lançamento: 23/04/2018.
Uma leitura que exige formação acadêmica na área de ciências sociais, particularmente a sociologia, ou alguma pesquisa anterior sobre conceitos de teoria sociológica, emancipação social, modernidade política, teoria crítica, marxismo e pensadores da Escola de Frankfurt como Theodor Adorno e Max Horkheimer. Caso o leitor não tenha conhecimento prévio sobre os temas citados dificilmente poderá acompanhar o nível de aprofundamento teórico do autor, o sociólogo José Maurício Domingues, doutor em sociologia pela London School of Economics and Political Science e professor / pesquisador da UERJ, que apresenta neste livro nove artigos já editados em publicações sobre sociologia no Brasil e no exterior.

O autor aborda o tema da modernidade global do ponto de vista da teoria sociológica crítica com citações a estudiosos da área de história, filoso…

Israel: uma história - Anita Shapira

Imagem
Israel: uma história - Anita Shapira - Editora Paz e Terra - 630 Páginas - Tradução de Debora Fleck e Samuel Feldberg - Lançamento: 18/06/2018.
Existe uma tendência simplificadora em alguns livros de história ao considerar a formação de Israel somente a partir do voto de partilha da ONU em novembro de 1947 quando, após o final da Segunda Guerra Mundial, foi aprovado o plano de divisão da Palestina em dois Estados, um judeu e outro árabe, ficando as áreas de Jerusalém e Belém sob controle internacional, e tendo sido a citada Resolução 181 das Nações Unidas apenas um resultado da influência da opinião pública mundial, como uma forma de reparação pelo Holocausto.

Anita Shapira, pesquisadora e professora da Universidade de Tel Aviv, apresenta neste livro a história da formação do Estado de Israel de uma forma bem mais abrangente e independente, desde o surgimento do movimento sionista na Europa até o final do século XX, sem evitar os aspectos mais polêmicos da eterna crise no Oriente Médio,…
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...