No Mundo dos Livros - José Mindlin

BibliófiloJosé Mindlin - No Mundo dos Livros - Editora Agir - 103 páginas - Publicação 2009.

Era de se esperar que o bibliófilo José Mindlin, com 94 anos e um acervo de mais de 38 mil obras, eleito em 2006 membro da Academia Brasileira de Letras, escrevesse um livro rebuscado e de difícil entendimento para o grande público, mas o que percebemos é um homem com coração de menino que conta a sua relação afetiva com os livros e a literatura com extrema simplicidade e, principalmente, sinceridade. Percebe-se que a paixão de Mindlin por seus livros não está ligada unicamente à raridade do exemplar ou seu valor de mercado, mas sim com a importância relativa para a história da literatura.

Um livro muito agradável de se ler, onde Mindlin elege suas obras e autores preferidos da literatura universal, com grande destaque para os brasileiros Machado de Assis, Graciliano Ramos, Guimarães Rosa, Erico Veríssimo, José de Alencar, Manuel Antonio de Almeida e Mário de Andrade.

Segundo a biografia disponível no site da ABL, José Mindlin fez em Maio de 2006 a doação de cerca de 15 mil obras da sua Biblioteca Brasiliana para a USP. No conjunto doado à USP, constam obras de literatura, história, sociologia, poesia. Dentre as raridades estão documentos do século XVI com as primeiras impressões que padres jesuítas tiveram do Brasil, jornais anteriores à Independência e manuscritos que resgatam a gênese literária de grandes obras, como Sagarana (de Guimarães Rosa) e Vidas Secas (de Graciliano Ramos).

Comentários

Ricardo Duarte disse…
Kovacs,
Achei ótima a ideia do Mindlin de doar esse acervo para a USP - especialmente porque eu estudo lá e o prédio da Brasiliana será do outro lado da rua da faculdade de Letras. :D

Lendo uma entrevista dele ontem, descobri gostos parecidos: Machado (de quem ele sempre lê algo todo ano - eu também) e Proust (que, na época, ele estava relendo - eu estou relendo agora).

Uma amiga minha leu No Mundo dos Livros e também gostou muito.
Abraços
Chico disse…
Kovacs, muito oportuna essa tua postagem justamente durante o seminario dessa semana na USP. O Mindlin é realmente um homem fora da curva na cultura brasileira. Nunca cheguei a conhece-lo pessoalmente mas muitos dos meus chefes o conheceram, separadamente, como empresário e bibliofilo. E todos afirmam que ele eh mesmo uma figura fantástica, simples e erudita.

Essa Brasiliana dele é raríssima - ja cheguei a ver alguns catalogos incompletos. Dizem que por toda a vida teve agentes espalhados pela Europa e EUA - estudantes, diplomatas...- comprando livros para ele em retribuicao de justas comissoes. Mas isso sao as lendas que cercam qualquer bibliofilo.

Enfim, pode ser um sonho grande demais, mas bem que os empresarios poderiam mirar esses exemplos do Castro Maia, do Jose Mindlin e outros.

Grande abraco.
Paula disse…
Um livro com boas pistas para leituras interessantes!!
Continuação de boas leituras...
Djabal disse…
Eu tive o privilégio de conhecer a biblioteca pessoalmente. Ela conta com obras simplesmente inimagináveis. Poesias concretas impressas na época de Gutemberg, imagine só. Em forma de cálice. Dedicatória de Guimarães Rosa, por exemplo e um exemplar escrito à mão do Grande Sertão: Veredas (se minha memória não me falta)
Diferente de mim, ele tem uma memória fotográfica, uma atenção com as pessoas que é quase uma raridade, produto em extinção.
Uma visita inesquecível, com uma atenção de fidalgo. Felicidades, sempre. Um grande abraço.
Chico disse…
Kovacs, desculpe a invasão, mas é so para dizer... ...como te invejo Djabal!

Abraco, Chico
Kovacs disse…
Ricardo, o projeto Brasiliana da USP é mesmo fantástico e já está disponível muito material para consulta online no endereço: http://www.brasiliana.usp.br/bbd/

Existem projetos muito bonitos e importantes no Brasil, apesar de tudo. Sorte sua estudar na USP!
Kovacs disse…
Chico, o José Mindlin parece mesmo ser um homem simples, apesar de toda a erudição. Quem dera se tivéssemos mais empresários deste nível no Brasil. Acho que, neste caso, os políticos nem fariam tanta falta.

Com relação ao seu comentário para o Djabal, estou totalmente solidário com este sentimento de inveja!
Kovacs disse…
Paula, um livro muito agradável e que se lê de uma vez só.
Kovacs disse…
Caro Djabal, você quer mesmo nos matar de inveja por aqui! Com certeza que esta visita à biblioteca do Mindlin deve ter sido inesquecível e o seu depoimento só confirma a personalidade simples deste grande brasileiro. Um homem em processo de extinção como você bem destacou.
Ana disse…
Oi K!

Acho o Mindlin um fofo, queria ter um avozinho igual a ele. Além de ter uma biblioteca absurda, ele é de uma simplicidade ímpar. Não li o livro, mas juro que fiquei com vontade agora, hummm bom post, beijos
Yasmin disse…
oiiiiiii gostei muito do seu blog por isso
virei sua seguidora, quando puder
passa no meu???
vlw
parabéns pelo blog
http://yasminmantsoni.blogspot.com/
Maria Augusta disse…
É realmente uma pessoa extraordinaria, pelo que realiza e pela generosidade de colocar ao alcance de todos tantas obras preciosas. Deve ser visto como um exemplo!
Abraços.
Lígia Guedes disse…
"No Mundo dos Sonhos": belo tópico!

Já respondi a questão das coincidências em 'Nós Todos Lemos' em "O Bibliófilo"...

Abraços!
Kovacs disse…
Ana, o livro é assim como uma conversa com José Mindlin, certamente que você irá gostar. Obrigado pela visita e comentário.
Kovacs disse…
Yasmin, obrigado pelo comentário e também por seguir o Mundo de K, vou lá conhecer o seu blog.
Kovacs disse…
Maria Augusta, extrema generosidade ao doar toda a sua biblioteca Brasiliana para a USP. Como ele mesmo diz, as pessoas passam e os livros ficam.
Kovacs disse…
Lígia, vou lá no "Nós Todos Lemos". Obrigado pela visita.
Cintia disse…
Só a capa do livro já é de deixar a gente babando. Aliás, adoro fotos de bibliotecas. Será que tem algum site/blog especializado nisso?

Imagino quando o prédio da Brasiliana ficar pronto. Vou me perder lá dentro... afe! *.*

Beijocas,
Anônimo disse…
Quero muito ler o livro. Abraço
Leila
Kovacs disse…
Cintia, boa idéia e vou procurar esse site sobre bibliotecas, caso exista será uma ótima postagem. Mais uma sortuda que pode visitar a USP!
Kovacs disse…
Leila, uma boa dica a deste livro, você vai gostar.
Blog do Beagle disse…
Doação para as Universidades deveria ser regra e não exceção. Parabéns para nós que poderemos acessar essas belas obras. Obrigada, Sr. Mindlin por ser generoso. Elza
Lígia Guedes disse…
Kovacs,

Voltei. Fica aqui uma dúvida: os livros tem acesso a população ou são 'exclusivos' às universidades?
Ví Leardi disse…
Kovacs, lembrei muito de vc ao postar hoje sobre o livro de Jon Savage...Vc e suas análises e recomendações fabulosas...Li o livro que comprei nos Estado Unidos e agora ele é publicado aqui....acho que vc, se não leu ..vai ter em mãos um material fantástico para tuas conclusões...Conheci Mindlin pessoalmente pois é tio de um primo por afinidade...é uma lição de vida...Beijos
Kovacs disse…
Blog do Beagle, concordo inteiramente, infelizmente José Mindlin é só uma exceção. Obrigado pela visita e comentário.
Kovacs disse…
Lígia, a Brasiliana será uma biblioteca aberta ao público, inclusive para consulta via Internet, ver em: http://www.brasiliana.usp.br/
Kovacs disse…
Ví, vou agora mesmo lá no seu blog ler sobre este livro. Muita sorte sua ter conhecido Mindlin pessoalmente!
Botei o Link da Brasiliana nos meus favoritos, correndo!...
O Projeto Vitae ainda existe?
Abração
http://curiosaidentidade.blogspot.com/
Kovacs disse…
Christina, excelente idéia. Quanto ao projeto Vitae, deixo a questão para algum amigo com mais conhecimento acadêmico.
Perguntei porque era TAMBÉM bancado pelo Generoso Mindlin!...
BJS!
http://curiosaidentidade.blogspot.com/
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Os melhores livros e resenhas de 2019

As 20 obras mais importantes da literatura brasileira

As 20 obras mais importantes da literatura portuguesa

As 20 obras mais importantes da literatura italiana

As 20 obras mais importantes da literatura francesa

20 grandes escritoras brasileiras