Clarice Lispector, sempre

Benjamin MoserMais um objeto de desejo e excelente sugestão para presente de Natal, a biografia de Clarice Lispector, escrita pelo americano Benjamin Moser e publicada nos Estados Unidos em agosto de 2009 com o título de "Why This World: A Biography of Clarice Lispector", foi lançada no Brasil pela editora Cosac Naify como "Clarice," (lê-se “Clarice vírgula”), em tradução de José Geraldo Couto. Esta biografia foi incluída entre os 100 livros Notáveis de 2009 pelo New York Times Book Review (ver relação completa aqui).

Escritor, crítico, editor e tradutor, Benjamin Moser nasceu em Houston, em 1976. Graduado em história, fala seis línguas, entre elas o português, e prova que, em assuntos de literatura, o que importa mesmo é a sensibilidade antes da nacionalidade. A própria Clarice é a maior prova disso, tendo nascido na Ucrânia e passado a maior parte de sua vida no Brasil, além dos países onde morou com seu marido, o diplomata Maury Gurgel Valente. 

Andei bisbilhotando o livro em uma tarde na Livraria da Travessa do Leblon e me chamou a atenção a forma como o autor soube mesclar citações dos livros de Clarice com os dados biográficos, depoimentos e documentos inéditos, fazendo um espelho entre vida e obra. Me pareceu uma biografia à altura de Clarice Lispector, se é que tal fato é possível.

Comentários

lammermoor disse…
¡Aún no leí nada de ella pero me apetece mucho!Buscaré el libro que comentas, a ver si está traducido al español.
Tempestade disse…
Ah! desde o lançamento fiquei com muita vontade de ler....
Acho que vou me dar de presente de aniversário em Fevereiro (agora sem $$$$$)

Excelente dica!

Beijos Tempestuosos!
Kovacs disse…
Dear lammermoor, she is one of our greatest writers, I´m shure you will like her. Thanks for the visit!
Kovacs disse…
Tempestade, acho que é mesmo difícil resolver essa equação orçamentária de final de ano, mas é um bom investimento sem dúvida!
Lígia disse…
Kovacs,

"Não se preocupe em entender. Viver ultrapassa todo entendimento".

(Clarice Lispector)

Agradeço este presente antecipado de Natal!
Kovacs disse…
Lígia, obrigado pela citação, segue outra em retribuição:

"Não quero ter a terrível limitação de quem vive apenas do que é passível de fazer sentido. Eu não: quero uma verdade inventada."

(Clarice Lispector)
Só tinha dado um pulinho aqui para agradecer sua absurda gentileza lá no BLOG do Ricardo, mas...dou de cara com CLARICE!...
"Clarice não é; Lispector é".
Pronto, mas uma, curta e fina...
Com o seu lindíssimo trabalho, você tem conquistado um ganho secundário (mas não 'menor'), que é o de agragar pessoas com uma identidade muito específica: PARABÉNS E OBRIGADA! Não suma!
Kovacs disse…
Christina, você é que é sempre muito gentil e acho ótimo agregar pessoas tão especiais por aqui, talvez este seja o ganho primário e não secundário deste blog.
Dai disse…
"Liberdade é pouco. O que eu desejo ainda não tem nome."
(Perto do Coração Selvagem - Clarice Lispector)

Para você, grande amigo, um desagravo pela minha deselegância em não citar este que é dos blogs mais sérios e plenos de créditos da rede.
Um feliz Natal, desejando que continues sendo exatamente quem és: um grande leitor e crítico (que escreve ainda com timidez). Saúde para toda a família. Todos os seus sonhos se realizarão em 2010. Se posso, está profetizado.
Beijo, Kovacs!!
Kovacs disse…
Amiga Dai, obrigado pelo carinho e desejo também para você um ótimo 2010, que consiga sempre manter a sua relação de paixão com a literatura. Espero contar com a sua presença por aqui no próximo ano e sempre!
.Lis disse…
Oportuna sua sugestão de presentes de Natal e pretendo segui-la, além de comprar um exemplar pra ler nesse inicio do ano.
Estou sempre passando por aqui e lendo suas resenhas.
Desejo um lindo Natal e que o Ano chegue trazendo muita Paz.
meus abraços
Kovacs disse…
Lis, fico contente que tenha gostado da dica e desejo também para você um ótimo Natal e Feliz 2010!
Ricardo Duarte disse…
Kovacs,
Enfim, férias!

Primeiro: muito obrigado pelos elogios. Seu blog é uma inspiração! Sempre!

Segundo: li a resenha de As Benevolentes. Depois dos horrores descritos em Meridiano de Sangue, acho que vai demorar um pouco até eu conseguir ler o livro do Littell.

Terceiro: embora já gostasse da Clarice, vi uma aula incrível do João Adolfo Hansen que me fez apreciá-la ainda mais. Ele mostrou como toda a obra dela está estruturada em torno da impossibilidade do humano ser "não humano" - impossibilidade ultrapassada apenas em sua última obra, com Macabéa.

A biografia lançada pela Cosac deve ser ótima - o tradutor, José Geraldo Couto, verteu lindamente A Fera na Selva do Henry James.

Abraços
Kovacs disse…
Ricardo, gosto muito do seu blog e você parece ser um cara muito "boa praça" como dizemos aqui no Rio.

Depois de "Meridiano de Sangue" não recomendo mesmo você começar "As Benevolentes" antes de três anos no mínimo! Aproveite bem as férias com muitos livros, ou não (afinal você precisa descansar da USP e das Letras).
Anny disse…
Kovacs:
Não acrerito! Estive no shopping ontem e não sabia de sua indicaçãp.
Fazer o que?
Esperar o ano que vem. Não é mesmo? Não tenho coragem de enfrentar muvuca este ano mais não.
Obrigada!
Amei a indicação.
Bom Natal!
Beijos.
Anny.
Clara Lopez disse…
Eu me dei de presente, kovacs, adorei poder fazer isso e a um preço muito em conta, vou ler no começo do ano, espero.
um abraço,
clara
Kovacs disse…
Anny, quem sou eu para pedir que volte ao shopping, jamais! Mas quem sabe uma comprinha pela Internet não seria uma boa idéia... Brincadeirinha, eu mesmo ainda não comprei essa beleza de biografia, mas pretendo em breve.
Kovacs disse…
Clara, você merece este presente sem dúvida. Eu li no seu blog que você aproveitou o desconto de 50% que a editora Cosac Naify concede para os professores. E finalmente os professores ganharam algo de bom neste país, mais um ponto para a Cosac Naify!
fdots disse…
li sobre esta biografia numa revista semana passada. as críticas são realmente boas, e anima ainda mais dar uma olhada no livro por ser da cosac naify, que tem publicado cada livro mais lindo que o outro; a arte da capa, a qualidade do papel, tudo à altura dos escritos. sem dúvida, uma ótima sugestão de presente (se quiser mandar aqui pra casa, aceito!) :)
Roberto Ney disse…
Este mês o Ó Com Copo comemora 1 ano e é muito bom ter seu Blog fazendo parte desse nosso vórtice de palavras...

"Todo indivíduo possui um potencial criador incomensurável. Um vórtice de idéias e ideais que se misturam ao acaso. Letras, palavras, sons e silêncio. Escrever é compartilhar sentimentos. Então, façamos desse vórtice um devorador de emoções. Escrevam e compartilhem."

Boas Festas!
E que 2010 seja um ano de muitas inspirações!

Roberto Ney ( Blog Ó Com Copo).
Kovacs disse…
fdots, sou fã declarado da Cosac Naify. Quanto a este livro tenho uma excelente notícia (pelo menos para mim): ganhei o livro de presente dos amigos do trabalho! O pessoal fez uma vaquinha para me presentear, não foi uma ótima idéia?

Espero que você tenha a mesma sorte, mas este exemplar que está comigo não posso nem emprestar!
Kovacs disse…
Roberto, antes de mais nada obrigado pela visita e parabéns pelo aniversário do seu Blog. Todos sabemos como este é um processo trabalhoso, mas também recompensador. Seja bem-vindo e feliz 2010!
Ana R. disse…
O livro tá aqui na minha cabeceira....Ele pisca pra mim e eu pisco pra ele...Em breve nos encontraremos...
Kovacs disse…
Ana, estou terminando os livros atuais para me dedicar integralmente a este, depois conversaremos sobre as nossas impressões.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

As 20 obras mais importantes da literatura brasileira

20 grandes escritoras brasileiras

As 20 obras mais importantes da literatura francesa

As 20 melhores distopias da literatura

As 20 obras mais importantes da literatura portuguesa

As 20 obras mais importantes da literatura italiana