Clássicos - Gibson Les Paul

Guitarras clássicas

Seria uma injustiça falar de modelos clássicos de guitarra e esquecer a Gibson Les Paul, que disputa com a Fender, desde o século passado, a preferência dos músicos em todo o mundo. Lançada no mercado em 1952 como uma opção à Fender Telecaster ela conquistou uma legião de admiradores de todos os estilos como Bob Marley, Jimmy Page (Led Zeppelin), Alex Lifeson (Rush),  Pete Townshead (the Who), Steve Howe (Yes) e mais recentemente Slash (Guns and Roses). Assim como no site da Fender, a Gibson também disponibilizou aulas online de todos os níveis.

Tony Bacon, editora Backbeat Books
Para ser ainda totalmente imparcial em comparação com a postagem da Fender Stratocaster, este aí ao lado é o livro comemorativo de 50 anos da Gibson Les Paul: 50 Years of the Gibson Les Paul de Tony Bacon, editora Backbeat Books, lançado em 2002 (ver algumas páginas na Amazon aqui). Assim como os modelos Stratocaster e Telecaster da Fender, a Les Paul manteve o seu desenho básico com poucas variações durante os últimos 50 anos, uma delas é a  linda Gibson SG (1961-1963) que ficou marcada pelas alucinadas performances de Tony Iommi do Black Sabbath e  Angus Young do ACDC.

Comentários

Lígia Guedes, disse…
Kovacs,
Bonito o que você fez: prestigiar e surpreender o leitor...
Kovacs disse…
Lígia, obrigado pela visita e comentário.
Tive febre emocional depois de tocar numa dessas pela primeira vez.
Kovacs disse…
Caio, esta guitarra é uma lenda!
A propósito, você toca, Kovacs?
Kovacs disse…
Caio, atualmente não, mas já insisti muito neste assunto, principalmente durante a adolescência!
Wallace Pizzotti disse…
Kovacs,

Novamente venho agradecer por esta resenha, acho que minha monografia não deveria me afastar tanto de outras leituras assim como as que estou lendo em seu blog, curti bastante esta postagem, até por eu também ser músico.

Aliás, na kromav temos uma banda em potencial, falta somente marcar uma data.
Eu toco bateria.
Carlos Alberto toca baixo.
Você toca.
Fred toca teclado.
Aluizio toca guitarra.
Pablo violão.
Nilton violão.

A música está dentro de cada um, e aqueles que possuem o dom de tocar não podem deixar que cesse esta atividade. Q
Quem sou eu pra enunciar tais palavras, mas viver não é preciso, tocar é preciso, embora distorcido Fernando Pessoa entenderia. Nunca deixe enferrujar seu talento, pois quando você toca suas fronteiras se acabam...

Um grande abraço!
Kovacs disse…
Wallace, apesar de baterista você parece ter optado por comentar no design da Gibson no lugar da Fender! Obrigado pelo comentário gentil e vamos incentivar esta banda ainda que virtualmente.
Wallace Pizzotti disse…
O que é clássico, é clássico, merece atenção.
Tanto Fender quanto Gibson não fazem parte das minhas opções, mas são clássicas e a Gibson tem uma história um tanto quanto linda, ainda mais se tratando deste modelo que é maravilhoso.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

As 20 obras mais importantes da literatura brasileira

As 20 obras mais importantes da literatura portuguesa

As 20 melhores distopias da literatura

20 grandes escritoras brasileiras

As 20 obras mais importantes da literatura italiana

João Paulo Parisio - Homens e outros animais fabulosos