Pierre Gonnord - Retratos da Exclusão

Fotografia
Em uma primeira observação, os retratos do fotógrafo Pierre Gonnord nos deixam na dúvida quanto a estarmos diante de uma fotografia ou de uma pintura holandesa do século XVII, mas ao visitarmos a página deste artista notamos que, apesar da técnica lembrar uma escola de pintura clássica, os seus modelos são bem contemporâneos, geralmente imigrantes de alguma minoria étnica e retirados das ruas de Madri, onde o fotógrafo francês vive desde 1988.

Fotografia
O próprio Pierre Gonnord explica e resume a sua opção de trabalho: "Eu escolho os meus contemporâneos no anonimato das grandes cidades porque os seus rostos narram, por baixo da pele, histórias singulares e insólitas sobre a nossa época. Algumas vezes hostis, quase sempre frágeis e muito frequentemente feridos por trás da opacidade de suas máscaras, eles representam realidades sociais específicas e, por vezes, outro conceito de beleza".

Fotografia

Comentários

nostodoslemos disse…
Kovacs,

A essência humana não tem mudado nestes séculos, eis a grande questão...eterno retorno.

Lindo post!
"Pierre Gonnord - Retratos da Exclusão"
Kovacs, visitar hoje seu espaço, foi um momento soberdo diante destes retratos e poder ler uma boa explicação sobre, realmente ele retratava faces humanas diferenciadas, onde podemos observar até os sulcos da pele. Meus cumprimentos a você por nos brindar com essa arte de hoje,
Efigênia Coutinho
(obs: novas postagens aos meus espaços).
Alexandre Kovacs disse…
Lígia, parece que a essência humana é exatamente a mesma até hoje, com tudo de bom e ruim que existe nela. Obrigado pela visita.
Alexandre Kovacs disse…
Efigênia, obrigado pela visita e comentário gentil. O trabalho deste fotógrafo é realmente fantástico, recomendo visitar a página dele para ver outros trabalhos ainda mais surpreendentes.
Maria Augusta disse…
Incrível a expressão destes rostos, onde está estampada uma história captada pela foto. Realmente muito bom!
Abraços e bom carnaval.
Ví Leardi disse…
Muito bom vc ter reproduzido aqui Pierre Gonnord...Trabalho maravilhoso e de uma atualidade impresionante mesmo nos remetendo a quase uma escola de Velasquez... Com esta oportunidade de interação e troca que a net nos dá ,ganhamos todos.Parabéns.
Grande abraço e bom carnaval.
Ricardo Duarte disse…
Kovacs,
E não é que as fotos remetem aos holandeses do século XVII (em especial, Rembrandt e Vermeer)? Gonnord usa, inclusive, fundos de uma cor só, o que me parece dar mais destaque para o retratado/fotografado.
A expressão usada pela Maria Augusta foi perfeita: "uma história captada pela foto".
Alexandre Kovacs disse…
Maria Augusta, você resumiu muito bem quando comentou que há uma história por trás de cada foto. Esta é a intenção de Pierre Gonnord com os retratos.
Alexandre Kovacs disse…
Ví, obrigado por ter me apresentado no seu blog ao trabalho surpreendente de Pierre Gonnord.
Alexandre Kovacs disse…
Ricardo, uma técnica muito interessante e de grande impacto que destaca através dos retratos as minorias excluídas.
Sônia Brandão disse…
Admirável trabalho.
Muito bom você ter postado aqui esses Retratos da Exclusão.
Um grande abraço.
Fotos extraordinárias, vou lá conhecer o artista, e merci.
um abraço,
clara
Alexandre Kovacs disse…
Sônia Brandão, obrigado pela visita e comentário gentil.
Alexandre Kovacs disse…
Clara Lopez, você que gosta de fotografia vai adorar com certeza, depois me conta.
Janete Rodrigues disse…
Além de uma preocupação essencial com a humanidade, você demonstra sensibilidade no modo como a expressa. Gostei de conhecer seu espaço. Continue...

Janete.
Ví Leardi disse…
Porque será que vc deixou de seguir o noVÍTÁ?
Sempre bem vindo!
ARMANDO MAYNARD disse…
Caro Kovacs, depois de ver essas fotos, acho que nem cabe mais essa discussão da fotografia ser ou não arte. O fotógrago vai além da fisionomia do retratado. É como penetrasse no interior do ser fotografado, trazendo a tona um pouco de sua vida, sofrimento,dissabores e angústias, é uma visão psicológica do retratado. Se andarmos pelas cidade do interior do nordeste, vamos vê muitas pessoas com esse olhar triste, sem perspectiva de vida. É a fisionomia de um olhar de abandono do estado. Muitos de nossos fotógrafos já documentaram estes momentos, ficando evidente que além da fotografia ser uma manifestação artística, serve também como denúncia de um mundo injusto e discriminatório. Aliás a arte faz muito bem quando serve para tirar as mentes da acomadação e do conforto, instigando e tirando o espectador desse entorpecimento carnavalesco. Acho que o fotógrafo Pierre Gonnord, faz muito bem isso. Parabéns Kovacs, você pesquisa e depois divide com todos nós estas descobertas preciosas. Obrigado e um abraço, Armando [recomentarios.blogspot.com]
Maravilhoso o trabalho. Fiquei um tempo enorme no site. Arte, a capacidade de converter a dor em beleza.
Agradecida.
Alexandre Kovacs disse…
Janete, obrigado pela visita e comentário gentil. Seja sempre bem-vinda.
Alexandre Kovacs disse…
Ví, aconteceu alguma pane no Blogger ontem, pois o meu número de seguidores também caiu sem explicação. De qualquer forma estou adicionando novamente.
Alexandre Kovacs disse…
Armando, você esgotou o assunto! Excelente texto que complementou de maneira perfeita a postagem. Eu é que agradeço a sua participação.

A sua idéia de postar comentários no blog recomentarios.blogspot.com também foi ótima. Um novo conceito de postagem e olha que é difícil criar algo novo na Internet!
Alexandre Kovacs disse…
Dona Sra. Urtigão, a página de Pierre Gonnord é mesmo para perder algum tempo viajando. Obrigado pela visita e seja sempre bem-vinda.
Alexandre Kovacs disse…
Utilidade Pública: Descobri porque a ferramenta "seguidores" do Blogger estava eliminando as fotos em alguns blogs, ver texto abaixo

dica do blog: http://taisluso.blogspot.com/

"PARA CORRIGIR O ERRO EM VÁRIOS BLOGS SEGUIDORES: (tradução do 'blogger ajuda')

1 - ENTREM NO PERFIL DE VOCÊS
2 - ROLAR ATÉ O FINAL
3 - CLICAR NO ADMINISTRAR
4 – TROQUEM (nas janelinhas) A PALAVRA ANÔNIMO POR PÚBLICO - UMA POR UMA (aconteceu o inverso em vários blogs - não foi erro do dono do blogueiro). O blogger está se reestruturando, minha pág no perfil ainda não voltou.

APARECEREMOS NOVAMENTE SEGUINDO OS ANTIGOS BLOGS QUE ESTÁVAMOS.

AGORA TEMOS DE 'PERMITIR' QUE SEJA PÚBLICO."
Letícia Alves disse…
Adorei essas fotos! Pierre Gonnord é genial.
Outro fotógrafo que capta de forma singular a essência humana é o Sebastião Salgado aqui no Brasil.
As fotos dele também são impressionantes!
A Folha de São Paulo está comercializando 14 livros com temas variados de fotografias e dentre os fotográfos está o Sebastião Salgado.
Quem é amante das artes e principalmente da fotografia é uma ótima coleção.
Beijos!
Alexandre Kovacs disse…
Tempestade, a semelhança temática com Sebastião Salgado é notável, apesar das diferenças de técnica.

Estava esperando por esta lembrança, mas ninguém ainda havia comentado! Obrigado pela visita.
estou tentando por toda a tarde adicionar seu blog à lista dos que sigo e não consigo, resulta em êrro, cheio de letrinhas de código. tentarei mais tarde.
Alexandre Kovacs disse…
Dona Sra. Urtigão, parece que o problema já está resolvido. Obrigado por seguir o Mundo de K.
singamaraja disse…
You are happy family

Thanks to follow my blog
Alexandre Kovacs disse…
Singamaraja, thanks for visiting my blog and Greetings from Rio de Janeiro, Brasil.
Ricardo Soares disse…
bom seu blog... muito bom... achei pelo do armando maynard... abraço
Alexandre Kovacs disse…
Ricardo Soares, seja bem-vindo e obrigado pelo comentário gentil.
Anônimo disse…
Kovacs, essas fotografias de Gonnord sao quase uma pintura. Esse fotografo prova que o cidadao pode viver a vida toda cercado das melhores lentes, das melhores maquinas, das melhores luzes...mas precisa da sensibilidade para mostrar isso ai, que nao sei bem explicar com palavras, mas que eh impactante.

Abracao, Chico.
nostodoslemos disse…
Sr. Kovacs,

Já respondido no devido tópico.

Grata.
oximoron disse…
Kovacs, nem magyar név? mindenesetre örulnék ha lenne valami magyar kötődés, egy vékony szál legalábbis, ami Magyarországra vezet...
Alexandre Kovacs disse…
Caro Chico, a fotografia parece realmente uma pintura e da mais pura arte. A tecnologia, neste caso, foi somente a ferramenta.

Parabéns pelas suas postagens sobre cinema, tenho aprendido muito no seu blog.
Alexandre Kovacs disse…
Lígia, já comentei e tentei esclarecer no seu blog.
Alexandre Kovacs disse…
Oximoron, my father was hungarian, but unfortunately I can not speak this language. I know Budapest which is a great city! Thanks for your comment and Greetings from Rio de Janeiro.
Aidinha disse…
Sr. K
Tenho andado por seu Blog, não sei bem como cheguei a ele, mas aqui tudo é lindo, tudo acrescenta em mim, muito!
Continue sempre, não mais o perderei de vista.

Grata.
Alexandre Kovacs disse…
Aida, muito obrigado pelo comentário, fiquei feliz com o elogio. Depois de visitar o seu blog estou mais incentivado a continuar escrevendo. Parabéns pela iniciativa de aprender uma nova forma de expressão e será sempre bem-vinda por aqui.
Unknown disse…
Amigo Kovacs, pelas voltas que o mundo dá acabei estacionando na página deste artista; impressionado com a beleza das imagens, fiquei vagando, procurando mais informações com encontro com você, que passou pelo mesmo lugar, gostou e além de tudo me ajudou no decifrar. Um grande abraço e...obrigado.
Alexandre Kovacs disse…
Caro Djabal, um artista fantástico sem dúvida, fico feliz que você tenha gostado também!

Postagens mais visitadas deste blog

As 20 obras mais importantes da literatura brasileira

20 grandes escritoras brasileiras

As 20 obras mais importantes da literatura portuguesa

As 20 obras mais importantes da literatura francesa

As 20 obras mais importantes da literatura dos Estados Unidos

As 20 obras mais importantes da literatura japonesa