Margaret Atwood e Bernardine Evaristo dividem o Booker Prize 2019

Premios literários internacionais

Divulgado o vencedor, ou melhor, as vencedoras do Booker Prize 2019: a canadense Margaret Atwood e a anglo-nigeriana Bernardine Evaristo dividiram o prêmio em decisão que só ocorreu duas vezes desde a criação do Booker em 1969, a primeira em 1974 (Nadine Gordimer / Stanley Middleton) e a segunda em 1992 (Michael Ondaatje / Barry Unsworth).

Margaret Atwood já era considerada favorita, a surpresa ficou por conta de Bernardine Evaristo que superou Salman Rushdie entre os finalistas. Nascida de pais ingleses e nigerianos, Bernardine Evaristo é autora de oito livros e ensina escrita criativa na Universidade de Brunel, em Londres. O livro narra a história de 12 personagens dos séculos XX e XXI, a maior parte das quais são mulheres negras vivendo no Reino Unido.

O romance de Margaret Atwood, uma continuação de O conto da Aia ganha uma publicidade formidável com a premiação, embora nem precisasse depois da famosa série para TV: The Handmaid's Tale. Este é o segundo Booker Prize atribuído à escritora canadense de 79 anos. Em 2000, ela ganhou com o romance The Blind Assassin (No Brasil publicado como O Assassino Cego, Editora Rocco, 2001).

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

As 20 obras mais importantes da literatura brasileira

As 20 obras mais importantes da literatura portuguesa

As 20 obras mais importantes da literatura francesa

As 20 obras mais importantes da literatura italiana

As 20 obras mais importantes da literatura dos Estados Unidos

20 grandes escritoras brasileiras