Radiohead no Rio

Thom Yorke
O show de ontem na praça da Apoteose foi perfeito, inesquecível mesmo. Thom Yorke (vocais, guitarra, piano), Jonny Greenwood (guitarra), Ed O'Brien (guitarra), Colin Greenwood (baixo, sintetizador) e Phil Selway (bateria, percussão) mostraram que o Radiohead é a única banda de rock da atualidade que ainda consegue unir criatividade com energia, fazendo dos recursos eletrônicos apenas mais uma ferramenta de trabalho e não um fim em si mesmo. A apresentação demonstrou grande respeito com o público carioca, pois toda a banda tocou por mais de duas horas, incluindo algumas canções de albuns antigos, como "se fosse a primeira vez".

O show foi baseado no último “In rainbows” (2007), mas contou com várias músicas do premiado “Ok computer” (1997) e um final arrepiante com a maravilhosa “Creep” do primeiríssimo “Pablo honey” (1993). Os efeitos de som e luz não deixaram nada a desejar, com destaque para a mistura de imagens dos integrantes da banda com ângulos variáveis ao longo de toda a apresentação. Aconselho acompanhar a versão de São Paulo que será transmitida amanhã (22/03) à partir de 20:30 pelo canal Multishow.

Mais sobre o Radiohead no Mundo de K: Radiohead - OK Computer

Comentários

Anônimo disse…
Valeu a dica!!!
Seu Blog é muitoooo BOM!!!
Abraços...
Daniela Slindvain
Leandro disse…
Amanhã estarei lá. Tomara que também encerrem com a Creep. Abraço. Leandro
Barros disse…
Eu andava meio cético quanto à qualidade das últimas bandas que tem surgido e que recebem críticas entusiasmadas só por causa de uma única música razoavelmente boa, para logo depois, se revelarem musicalmente pobres, quando bate a realidade da continuidade. Mas o Radiohead, realmente tem apresentado com continuidade, algo de qualidade e com grande criatividade (item bem escasso ultimamente na música em geral).
AGORA, você me surpreendeu...rsrsrsrs
Meus filhos foram, e eu dei força para eles prestarem atenção no Kraftwerk...rsrsrsrs
Tô velhinha, mesmo...rsrsrsrs
BJS!
Iza disse…
valeu a dica!
Bom final de semana!
jugioli disse…
Grande conjunto. Gosto de algumas músicas do Radiohead, letras muito bem elaboradas.
Anotei a dica na tv.

bjs.

@dis-cursos
Ricardo Duarte disse…
Kovacs,
A música que mais gosto do Radiohead é Karma Police - aliás, o vídeoclipe também é ótimo. Do álbum In Rainbows, gosto de Nude.
Uma das poucas bandas em atividade que escuto com prazer.
Raquel disse…
Um amigo meu saiu daqui de Fortaleza com o fim específico de ver esse show. Que bom que foi inesquecível.
Kovacs disse…
Daniela, obrigado pelo comentário e seja bem-vinda por aqui.
Kovacs disse…
Leandro, depois passa por aqui para contar como foi o show de SP.
Kovacs disse…
Barros, talvez seja a única banda de rock que continua sendo "moderna" depois de quase duas décadas de estrada.
Kovacs disse…
Christina, o show do Kraftwerk foi bom, mas faltou um pouco mais de efeitos visuais para compensar a imobilidade da "banda" no palco.
Kovacs disse…
Izabella, que bom que gostou. Vale conferir hoje no Multishow.
Kovacs disse…
JUGioli, letras e arranjos bem sofisticados e originais, coisa que anda faltando no cenário do rock atual.
Kovacs disse…
Ricardo, quando eles tocaram "Karma Police" foi uma das partes mais emocionantes do show. Pena que ficou faltando "Fake Plastic Trees" do album "The Bends".
Kovacs disse…
Raquel, posso garantir que a viagem do seu amigo valeu a pena. Pode conferir com ele!
Anônimo disse…
Se não for pedir muito...
Gostaria que vc comentasse o meu vídeo "O outro Beijo no Asfalto" no seu blog.
Sempre dou uma espiada aqui.
Adoro as suas dicas de leitura e tudo mais.

http://www.youtube.com/watch?v=9ocbKS6YzLo
http://www.questaodecritica.com.br/conteudo.php?id=316
http://prometeu16.blogspot.com/2009/03/performance-passou-ser-considerada-uma.html

Obrigado!
Até mais...
Sônia Brandão disse…
Valeu! Vou mandar para o meu filho, ele vai gostar da sua postagem. Ele tem uma banda e está sempre ligado nos shows que acontecem por aí.
Um abraço.
disse…
Nunca fui muito de bandas de rock ...mas desde que meu filho me contou um pouco a história da "Radio" me interessei...incrível a apresentação de ontem...pessoalmente deve der estonteante..grande dica..Bjs
Sobre sua lista de autores, que é muito bem selecionada, sugiro acrescentar Robert Frost. Acho que você não se arrependerá.
Kovacs disse…
Caro Paulo, uma performance muito original e que deixa patente a surpresa e estranhamento geral dos passantes com o "inusitado" do casal invertido, ele vestido de mulher e ela de homem. Será que a reação aqui no Rio de Janeiro seria a mesma? Está lançada a questão! Obrigado pela visita e pode contar sempre com o Mundo de K para divulgação de seus trabalhos.
Kovacs disse…
Sônia Brandão, com certeza ele gosta ou irá gostar do Radiohead. Obrigado pela visita e comentário!
Kovacs disse…
Ví, na verdade fiquei decepcionado com a transmissão do canal Multishow que pretensamente seria ao vivo, mas foi totalmente editada e cortada para a metade do tempo do show. De qualquer forma foi bom rever alguns momentos da apresentação.
Kovacs disse…
Márcio, ainda não havia postado sobre o americano Robert Frost (1874 - 1963) por aqui, exceto em uma referência sobre o poeta Edward Thomas, mas já adicionei na minha lista lateral (esta lista é obviamente interminável...). Obrigado, fiquei satisfeito pela lembrança muito importante.
Maria Augusta disse…
Não conheço este grupo, mas teu entusiasmo me contagiou e vou procurar conhecer.
Um grande abraço.
Kovacs disse…
Maria Augusta, recomendo começar pelas baladas "Fake Plastic Trees" e "Karma Police" disponíveis no You Tube.
Chico disse…
Ver o Radiohead assim ao vivo...Fico aqui na pura inveja, meu chapa. Voce ja escutou o The Strokes? Gosto tambem muito das letras de um grupo chamado The National.

Abraco, Chico
Kovacs disse…
Chico, parece que as coisas estão melhorando aqui pelo terceiro mundo...

Quanto a Strokes é uma ótima banda, sem dúvida. Vou conhecer melhor "The National" depois te conto.
Nuno Vieira disse…
"consegue unir criatividade com energia", experimente ouvir Vampire Weekend, eu fiquei rendido.

abraço deste lado ;)
Kovacs disse…
Nuno Vieira, já tinha lido a tua postagem sobre a Vampire Weekend (desconhecida para mim até então). Vou procurar conhecer melhor. Obrigado deste lado do oceano!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

As 20 obras mais importantes da literatura brasileira

As 20 obras mais importantes da literatura portuguesa

20 grandes escritoras brasileiras

Vencedores do Prêmio Sesc de Literatura 2019

As 20 obras mais importantes da literatura italiana

As 20 melhores distopias da literatura