20 traições famosas da literatura

Listas literáriasA traição, em seu sentido mais amplo, não se limita obviamente à infidelidade entre casais, seja ela anunciada ou repentina, virtual ou real, consentida ou desconhecida. A traição pode ser também de ordem ideológica, difamatória, familiar, profissional ou até mesmo em relação aos nossos próprios ideais, seja qual for o tipo de traição a deslealdade é sempre amarga e imperdoável.

Na literatura, a abordagem mais constante e, aparentemente, mais difícil de superar é a infidelidade conjugal. A lista abaixo é uma amostra do que já se escreveu sobre este tema em ordem cronológica. O meu clássico preferido nesta área é mesmo Madame Bovary, exemplo de traição explícita e imagem que escolhi como abertura.

Bem, de Shakespeare até Nelson Rodrigues, é um tema absolutamente recorrente e importante na literatura, espero que gostem da seleção.

01. Otelo - William Shakespeare (1603)
02. As Relações Perigosas - Choderlos De Laclos (1782)
03. Madame Bovary - Gustave Flaubert (1857)
04. Ana Karenina - Leon Tolstói (1875)
05. O Primo Basílio - Eça de Queirós (1878)
06. Memórias Póstumas de Brás Cubas - Machado de Assis (1881)
07. Dom Casmurro - Machado de Assis (1899)
08. O Amante de Lady Chatterley - D. H. Lawrence (1928)
09. Voragem - Junichiro Tanizaki (1931)
10. Diários Íntimos - Anaïs Nin (1932)
11. Trópico de Câncer - Henry Miller (1934)
12. São Bernardo - Graciliano Ramos (1934)
13. Lolita - Vladimir Nabokov (1955)
14. Perdoa-me por me traíres - Nelson Rodrigues (1957)
15. Gabriela, Cravo e Canela - Jorge Amado (1958)
16. Bonitinha, mas Ordinária - Nelson Rodrigues (1962)
17. Pantaleão e as Visitadoras - Mario Vargas Llosa (1973)
18. Hollywood - Charles Bukowski (1989)
19. Trilogia Suja de Havana - Pedro Juan Gutiérrez (1998)
20. Equador - Miguel de Sousa Tavares (2003)

Outras listas top 20 do Mundo de K: 20 personagens mentalmente desequilibrados; 20 mortes inesquecíveis da literatura mundial; 20 personagens femininas da literatura mundial; 20 classificações de livros segundo Italo Calvino; 20 pensamentos desconcertantes (mas verdadeiros) de Woody Allen.

Comentários

Ricardo Duarte disse…
Kovacs,
Das 20 traições dessa lista, li 8. Embora ache que Dom Casmurro aborde o tema por um ângulo inusitado (o da dúvida - enquanto os outros trabalham com a certeza ou com o engano), devo dizer que Madame Bovary - o Dom Quixote de saias - também é meu favorito.
Abraços
Tempestade disse…
Kovacs,
Adorei essa listagem e as outras que postou!
Estou cada dia mais sua fã!
Dessa lista já li 4 obras e estou lendo a quinta "O amante de Lady Chatterley".
Madame Bovary li esse ano e confesso que é muito muito bom, excelente!
Beijos!
sonia a. mascaro disse…
Ótimo post! Da sua lista, só não li Voragem,
Hollywood, Trilogia Suja de Havana e Equador. Vou procurar ler. Lolita (adoro Nabokov) e Diário Íntimo reli há pouco tempo.

Seu blog é tudo o que eu queria! Obrigada pelos links. Vou ver outros posts Top 20.
Um bom final de semana.
Bjs.
Kovacs disse…
Ricardo, muito bem destacado, pois enquanto Machado de Assis apenas insinua a traição de forma implícita, Flaubert aborda o tema de maneira francamente explícita com Madame Bovary. Foi esta variedade de abordagens que eu tentei mostrar na postagem.
Kovacs disse…
Tempestade, Ema Bovary é mesmo o máximo, não é para menos que está presente em três listas dierentes de "top 20": "20 personagens femininas", "20 mortes na literatura" e agora neste "20 traições famosas". Obigado pelo comentário gentil.
Kovacs disse…
Sonia, muito obrigado pelo comentário generoso. Espero que goste das outras listas. São apenas uma desculpa para lembrar dos livros.
Maria Augusta disse…
Kovacs, li Madame Bovary ha bastante tempo, mas é inesquecível. Gostei bastante também de D. Casmurro, a dúvida faz sofrer tanto quanto a certeza...você tem razão, estas listas são ótimas para lembrar os livros.
Um abraço e bom fim de semana.
Márcia Corrêa disse…
Listas como esta são excelentes faróis. Às vezes queremos aprofundar um assunto mas não sabemos por onde começar. Aí aparece uma lista assim e tudo clareia. Abraço!
Kovacs disse…
Maria Augusta, a sugestão da traição, não confirmada, é muito bem utilzada em Dom Casmurro, bem comentado com relação à angústia da dúvida que pode ser tão terrível quanto a confirmação.
Kovacs disse…
Márcia, obrigado pelo comentário gentil e seja muito bem-vinda por aqui.
Barros disse…
Suas listas são sempre muito instigantes. O que acontece comigo, acho que deve acontecer com quase todos que as lê – conheço alguns da lista, mas não todos e aí fica aquela curiosidade em conhecer os que ainda não conhecemos, pelas mais variadas razões.
Leila Silva disse…
Vou lá ver as outras listas. Muito legal.

Abraço
Georgia disse…
Vim agradecer sua visita e encontro aqui uma lista de livros maravilhosos.

Eu tenho com uma outra amiga um blog onde postamos resenhas e uma vez no mês, temos o lado masculino como nosso especial convidado.

Aqui o link do blog

http://www.elasestaolendo.blogspot.com/

Caso você queira nos presentear com uma resenha...teremos o maior prazer em tê-lo conosco.

Um dos livros que li e que gostei muito foi A dama das camélias. Aliás, ele é o meu preferido.

Boa semana
Anônimo disse…
Kovacs, meu xará, ainda faltam muitos romances da sua lista na minha leitura, mas permita-me sugerir minha eterna preferência: Antonio Lobo Antunes e a traição de Isabel no "Manual dos Inquisidores".
abraços e um pequeno trecho:
"o meu pai a hesitar, a inteiriçar-se, a amolecer, a espetar a barriga, a gritar para mim o nome que não dizia nunca
- Isabel
a deslizar para o sobrado
- Isabel
(...)"
Barros disse…
Kovacs,
Voltei só pra te dar uma sugestão: diminui a qtde de postagens apresentadas/página. Está demorando muito a carregar a página.
Abraços
Sonia disse…
Na maior dúvida aqui entre a Bovary e a Karenina.
Chico disse…
Kovacs, a lista esta perfeita, muito bem escolhida. Nao li Voragem, nem o Diarios Intimos tampouco o de Miguel Tavares, mas sem duvida tema é universal e atemporal.

Por acaso, ontem assisti um filme do Louis Malle chamado Les Amants, onde a Jeanne Moreau, interpreta a esposa de um dono de jornal que nao apenas insatisfeita em trair o marido, trai o amante com um terceiro amante. Ou seja, uma Bovary pos-moderna!

Agora, a questao que nao quer calar, e que academicos a odeiam... afinal Capitolina traiu ou nao traiu!?

Bem-vindo de volta ao teu mundo, os leitores agradecem. Abraco, Chico.
Kovacs disse…
Barros, sem dúvida uma das vantagens das listas é despertar a curiosidade e provocar o interesse e debate. De qualquer forma você já deve ter lido quase todos!
Kovacs disse…
Leila, espero que você goste. Obrigado pela visita.
Kovacs disse…
Georgia, já está difícil conseguir tempo para manter atualizado o "Mundo de K", mas vocês podem utilizar os textos publicados aqui sem problemas. Obrigado pela visita e seja sempre bem-vinda.
Kovacs disse…
Danieli, não sabia que era minha xará! Logo, este mundo é seu também. Lobo Antunes é mesmo sensacional, muito bem lembrado e obrigado pela visita.
Kovacs disse…
Barros, obrigado pela dica, vou reduzir (é que me dá uma pena enorme ver as postagens sumindo naquele buraco do final do blog...).
Kovacs disse…
Sonia, as duas são maravilhosas, mas fico com a carga dramática que Flaubert consegue passar no final do romance com o desfecho da personagem Ema Bovary. Obrigado pela visita!
Kovacs disse…
Chico, os seus comentários são sempre melhores que as postagens. Essa lembrança do filme de Louis Malle é perfeita aqui neste contexto. A dúvida sobre a traição por vezes é pior do que a confirmação como foi comentado acima.

Ah sim! leia Voragem, você não vai se arrepender.

Houston é uma cidade difícil, não tem pedestre!
Anônimo disse…
Olá Kovacs, tudo bem, maravilha de lista; mas pessoalmente eu fico com Lolita, incluive o filme na primeira versão é extraordinário, agora realmente o "páreo" é difícil, pois Madame Bovary é excepcional...

abraços literários
Marco
Gabriela Ventura disse…
salve!

Da lista só um livro me escapou: o "Voragem", mas tratarei de remediar a situação. E um deles eu particalrmente detesto: o "Equador". Mas as listas não foram mesmo feitas para agradar a gregos e troianos e blogueiros, não?

Adorei o blog. Cheguei aqui por acaso, numa postagem sobre o Sábato. Blogs de grandes leitores são pra mim grandes blogs.

Um grande abraço!
Blog do Beagle disse…
Nossa, até me surprreendi com a quantidade de obras que já li dessa lista. Todos os brasileiros e mais alguns... A bem da verdade, eu deveria rele-los com olhos maduros. Eu costumo ler livros muitas vezes e assim que eu der cabo da pilha que se formou sobre minha mesa, começarei a reler esses aqui. Elza
Mithdraug disse…
Na página

http://homolibris.blogspot.com/2009/05/otro-cielo.html

existe um pequeno presente de amizade para você, e este belo Mundo de K e literárias.

Desculpa para o Português, mas eu tenho que traduzir do espanhol através de um tradutor automático.

Saudações
Lígia Guedes disse…
Boa noite Kovacs,

Já votei em Literatura! :)

Parabéns mais uma vez!
Kovacs disse…
Marco, que bom encontrá-lo novamente e com blog novo, já devidamente com link por aqui é claro. Esta disputa está realmente muito difícil. Também acho Lolita um clássico.
Kovacs disse…
Gabriela, seja muito bem vinda por aqui. Visitei o seu blog e achei o máximo, parabéns!

Com relação a Equador é mesmo covardia compará-lo aos outros clássicos da literatura relacionados na lista, mas tentei adicionar algum trabalho contemporâneo também.
Kovacs disse…
Blog do Beagle / Elza, obrigado pela visita e comentário. A releitura é tão ou mais importante que a leitura.
Kovacs disse…
Mithdraug, I will check just now. Many thanks for your nice visit and comment my friend from Europe!
Kovacs disse…
Lígia, obrigado fico sempre contente com a sua visita. Viva a leitura e é claro que nós todos lemos!
YEHUDA disse…
TUDO BEM, TUDO CERTO, NADA CONTRA MUITO A FAVOR, MAS ESTOU COM lEILA dINIZ Você pode muito bem amar uma pessoa e ir para cama com outra. Já aconteceu comigo"
Lígia Guedes disse…
Kovacs,

Fui presenteada com M.B.
Ótimo que não tenha lido.
Bom momento para esta dica.
Valeu!!
Kovacs disse…
Yehuda, está lançada a questão e o debate, talvez um tema para futura postagem. Obrigado pela visita e comentário.
Kovacs disse…
Lígia, que ótimo presente, espero que goste da leitura. Depois quem sabe uma resenha lá no seu blog!
Lígia Guedes disse…
Kovacs,
Quem sabe...
"Read books, not blogs"...
Kovacs disse…
Lígia, read good books and good blogs...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

As 20 obras mais importantes da literatura brasileira

As 20 melhores distopias da literatura

As 20 obras mais importantes da literatura italiana

As 20 obras mais importantes da literatura francesa

20 grandes escritoras brasileiras

As 20 obras mais importantes da literatura portuguesa