Pintura Hiper-Realista

Ralph Goings - Quartet 2006 Ralph Goings - Quartet 2006 - Jato de Tinta - 22 x 32.5 pol.

Um dos movimentos mais surpreendentes da arte contemporânea é o chamado hiper-realismo ou foto-realismo. Este estilo procura reproduzir em um nível de detalhes praticamente perfeito as imagens simples do cotidiano. Os artistas utilizam técnicas desenvolvidas pela propaganda como o Airbrush (aerógrafo) que cria o efeito dos reflexos e fotografias digitais como ponto de partida para suas obras. Richard Estes, um dos expoentes do movimento declara: "Não acredito que a fotografia dê a última palavra sobre a realidade". No entanto, ainda segundo ele, "o foto-realismo não poderia existir sem a fotografia".

Richard Estes -Times Square 2004Richard Estes -Times Square 2004 - Óleo sobre tela 37 x 64 pol.

Selecionei nesta postagem alguns autores representativos e links para suas próprias páginas onde estão disponíveis muitos outros exemplos. Acho que nesta busca obsessiva pela realidade os artistas acabam criando imagens irreais por serem capturadas de um instante único que não pode sobreviver fora do seu contexto. Um bom tema para debate e que demonstra a influência da modernidade na arte.

Audrey Flack - Crayola 1972-73

Audrey Flack - Crayola 1972-73, 40 x 28 in.

Comentários

Anônimo disse…
Prezado K,
Parabéns mais uma vez pela sua pesquisa.
Este tipo de arte - no meu modo pessoal de ver - é uma forma elevada de virtuosismo, e sua paixão pela perfeição transcende qualquer crítica de falta de originalidade.
Um verdadeiro oásis para os olhos, nestes tempos em que um macaco espalhando tinta na tela é considerado "grande artista"...
Mundo de K continua sendo um dos poucos redutos do bom gosto no meio do supermercado de vulgaridades em que a Web se transformou.
Continue assim!!!
Obrigado pelo presente,
RH
Raquel disse…
É impressionante.
myra disse…
hiperealismo....sim, um talento e um virtuosismo incrivel, mas...enfim...prefiro ficar calada:)))
mas teu lugar aqui continua sendo um lugar onde se ve e se aprende muitas coisas , que gostam ou menos:)
abraços
fdots disse…
você tocou num ponto que acho muito interessante nesse estilo: o fato de que, de tão "reais", essas imagens acabam parecendo irreais. acho engraçado isso, essa ironia. para mim, isso mostra que a arte sempre vai ser produto de sonho, em maior ou menor escala.
Kovacs disse…
Caro RH, obrigado pelo elogio que me deixou muito contente. Muitas vezes me questiono sobre a responsabilidade de abordar temas sociais e políticos por aqui, mas a proposta é que o blog seja mesmo uma ilha de cultura ou um refúgio de bom gosto na web. Que bom ter amigos compartilhando a mesma idéia.
Kovacs disse…
Raquel, é mesmo impressionante e ficamos sempre com a mesma exclamação: "Como parece uma foto!".
Kovacs disse…
Myra, sei que este movimento não representa uma unanimidade de opiniões no meio artístico e que muitos críticos consideram uma forma menor de arte (se é que tal coisa existe), mas vale o debate sobre a validade do uso de novas tecnologias como ferramenta na cultura em geral.
Kovacs disse…
fdots, incrível não é mesmo? Tanto esforço para reproduzir o real e acaba se obtendo um efeito oposto.
myra disse…
meu querido, nao existe uma forma menor de arte, ou é arte, ou é somente VIRTUOSISMO!e facilidade em pintar, tecnica, e para mim, falta de imaginaçao...desculpem os admiradores do hiperrealismo!
assim como tbem acho O Salvador Dali, um otimo ACADEMICo sem imaginaçao,mas um desenhista formiavel, é facil demais por ex: colocar digamos "gavetas na barriga de uma mulher " ou "asas de borboleta num elefante"! os unicos surrealistas que- para mim- admiro sao Yves Tanguy, Max Ernst,e senao me engano de classificaçao, Paul Magritte,obvio que Frida Kalho, poderia ( mas nao é)ser chamada de surrealista, ela é um caso especial como ja te disse na sua postagem... ...espero nao ofender e nem esquecer de ninguem, como estes ultimos!
e ao contrario gosto de livros surrealistas, ou da pintura chamada RealismoMagico, creo poder incluir aqui o meu querido e admirado Wesley Duke Lee!
abraços,
myra disse…
eu venho aqui te ver e ler, porque teu lugar é formidavel, e desde que colocou as palavras de meu irmao, AINDA MAIS!!

nao entendi o
comentario de Lygia Guedes, è um NAo, ou que é
que ela quis dizer??? desculpa eu perguntar, mas gosto de entender o que as pessoas pensam e dizem...
abraço,
Kovacs disse…
Myra, obrigado pelo comentário e principalmente pela coragem de expressar sua opinião sobre o Salvador Dali. Eu sabia que esta postagem poderia gerar polêmica e acho importante que este espaço esteja aberto para todas as opiniões. Mais uma vez obrigado, principalmente por discordar o que nem sempre é fácil!
Kovacs disse…
Lígia, A Myra acerta sempre no alvo e ela entende muito do assunto.
Kovacs disse…
Myra, no meu entendimento a Lígia fez um trocadilho com a expressão "acertar no alvo" o que em português significa "na mira", provavelmente concordando com o comentário, mas vou deixar ela própria comentar.
Anônimo disse…
Kovacs, sendo chato e perguntador, venho pela segunda vez lhe pedir uma opinião. É sobre Tchekhov: qual/quais a(s) obra(s) dele mais conhecidas? Não sei se começo pelos Contos I, II, III, etc ou os Contos de Tchekhov. Se conhecer agradeço uma opinião, ou de algum comentarista da casa. Sua dica sobre Roth (já tem tempo) foi otima, li bastante Roth seguido. Meus preferidos até agora são O Complexo de Portnoy e Teatro de Sabbath.
Como não tenho muitas pessoas com quem conversar sobre literatura, tenho que procurar pela internet mesmo...agora estou procurando literatura russa.

Se tiver uma dica sobre Tchekhov, agradeço.

Ricardo Assis
myra disse…
sabe, eu sempre acostumo dizer o que penso e nunca tive problemas com a opiniao,dos outros, ou as respostas negativas daquilo que penso e digo!
claro qdo é um assunto que me interessa e conheço, senao logico que fico calada!
um abraço
obrigada, Lygia...
Kovacs disse…
Lígia, obrigado pela confirmação.
Kovacs disse…
Ricardo, reconhecido como grande dramaturgo e contista (médico nas "horas vagas") Anton Tchekhov, ma minha opinião, marcou a literatura ocidental com seus contos. Recomendo que você leia "O Assassinato e Outras Histórias", edição da Cosac Naify (veja a resenha clicando na lateral do blog - livros comentados). Se o caso é literatura russa não posso deixar de recomendar também Dostoiévski (Crime e Castigo) e Tolstoi (Ana Karenina), caso você ainda não tenha lido. Obrigado pela visita e seja sempre bem-vindo por aqui.
Kovacs disse…
Myra, obrigado mais uma vez por discordar e expressar a sua opinião sempre importante.
myra disse…
para me agradecer :) porque nao da uma olhada nos meus blogs?:)))
alem do mais, sabe nao tem nada que agradecer eu sempre disse o que penso, e mais ainda qdo encontro e qdo gosto aonde escrver:)))
um gde abraço!

posso copiar o trecho de meu irmao que vc. colocou aqui? e tratar de por no meu blog?
Flavio disse…
E o mundo vai ficando assustadoramente real...
Kovacs disse…
Myra, esta área do blog em geral é dedicada a citações e trechos de trabalhos de grandes autores da literatura que eu vou sempre renovando, uma espécie de surpresa para os leitores ou um mini-post. Quanto mais divulgação melhor!
Kovacs disse…
Flavio, muito bem colocado e acho que ninguém suporta mais tanta realidade, mas neste caso o trabalho acaba se transformando em uma irrealidade como comentado acima. Este é o poder da arte, não é mesmo?
myra disse…
meu querido Kovaks, vai ver minha postagem de hoje! espero que goste!!!!!!!!e te agradeço terme dado licença para colocar o que coloquei!!!!
beijossssssssssss
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

As 20 obras mais importantes da literatura brasileira

As 20 obras mais importantes da literatura portuguesa

20 grandes escritoras brasileiras

Vencedores do Prêmio Sesc de Literatura 2019

As 20 melhores distopias da literatura

As 20 obras mais importantes da literatura italiana