Prêmio José Saramago 2011 - Andrea del Fuego

Literatura brasileira contemporânea
A brasileira Andrea del Fuego é a vencedora da sétima edição do Prémio Literário José Saramago 2011, com o livro Os Malaquias, editado pela Língua Geral (ler aqui o primeiro capítulo). Esta premiação ocorre a cada dois anos, distinguindo jovens escritores com idade até 35 anos por uma obra de ficção publicada em qualquer país de língua portuguesa.

Segue a biografia da autora divulgada pela Fundação José Saramago: "Natural de S. Paulo, Brasil, onde nasceu no ano de 1975. Com formação em publicidade, fez produção de cinema e realizou duas curtas-metragens. Colaborando em várias revistas, inicia-se na escrita com Minto enquanto posso (2004). Uma primeira coletânea de contos seguida por Nego Tudo (2005), Engano seu (2007) e Nego fogo (2009). Em paralelo experimenta o juvenil com Quase caio (2008) e Sociedade da Caveira de Cristal (2008) e o registo infantil com Irmãs de pelúcia (2010). Decidida a completar a sua formação em Filosofia ingressa na Universidade de São Paulo. Incluída em diversas antologias de contos, nomeadamente 30 Mulheres que Estão Fazendo a Nova Literatura Brasileira e Os cem menores contos brasileiros do século, foi distinguida ainda este ano com o Prémio São Paulo de Literatura.

Vencedores das seis edições anteriores do Prêmio José Saramago:

1999 - Paulo José Miranda, Natureza Morta;
2001 - José Luís Peixoto, Nenhum Olhar;
2003 - Adriana Lisboa, Sinfonia em Branco;
2005 - Gonçalo M. Tavares, Jerusalém;
2007 - valter hugo mãe, O Remorso de Baltazar Serapião;
2009 - João Tordo, As Três Vidas.

Comentários

Clara Lopez disse…
Nunca tinha ouvido falar da moça, e nem sei se dou conta de conhecer essa nova geração, ainda estou curtinho as anteriores...
abraço,
clara
Kovacs disse…
Clara, ela já é conhecida há algum tempo como um destaque da nova geração de escritores brasileiros e este romance tinha sido finalista do prêmio São Paulo de Literatura 2011 (categoria autor estreante).
Clara Lopez disse…
E deve ser boa, pra ganhar o saramago... nesse momento estou quae terminando de ler a máquina de fazer espanhóis, o fantástico romance do valter hugo mãe.
abraço, clara
jair e. disse…
Oba, Kovacs. Conhecia Andrea através de suas crônicas; não li o livro, apenas o trecho disponibilizado. Parece ser uma autora interessante. Permita a inclusão de um link para a Terra Estrangeira, crônica de 2009, com livre acesso e que tem a ver (com o filme do Walter Salles, de 1996, e também) com a biografia da moça. Aí vai: http://www.redebrasilatual.com.br/revistas/33/terra-estrangeira/?searchterm=%20fuego
Kovacs disse…
Clara, gostei muito de "o remorso de baltazar serapião" de valter hugo mãe e estou pretendendo ler em breve "a máquina de fazer espanhóis".
Kovacs disse…
Jair, obrigado pelo link!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

As 20 obras mais importantes da literatura brasileira

As 20 obras mais importantes da literatura portuguesa

20 grandes escritoras brasileiras

As 20 melhores distopias da literatura

Martin Puchner - O Mundo da Escrita

As 20 obras mais importantes da literatura italiana