Andrea del Fuego - Os Malaquias

Literatura brasileira contemporânea
Andrea del Fuego - Os Malaquias - Editora Língua Geral - 272 páginas - Lançamento 2010 (ler aqui o primeiro capítulo). 

Seguindo um caminho diferente de outros autores da nossa literatura contemporânea, Andrea del Fuego, vencedora do prêmio José Saramago 2011, finalista do prêmio São Paulo de Literatura 2011 e Jabuti 2011, se afasta dos grandes centros urbanos para focar a sua narrativa em regiões mágicas e indefinidas do interior brasileiro, mas o seu romance bem poderia ser ambientado em qualquer outro país porque o que Andrea consegue, com sua linguagem única e cuidadosa, é chegar mais perto do universal através das pequenas tragédias humanas.

Esta é a história de Nico, Júlia e Antônio, os três irmãos Malaquias que, muito novos, se tornam órfãos quando um raio cai sobre a casa da família e provoca a morte dos pais, nesta passagem que exemplifica muito bem o estilo de Andrea, uma estranha e criativa mistura de poesia e matéria: "O coração do casal fazia a sístole, momento em que a aorta se fecha. Com a via contraída, a descarga não pôde atravessá-los e aterrar-se. Na passagem do raio, pai e mãe inspiraram, o músculo cardíaco recebeu o abalo sem escoamento. O clarão aqueceu o sangue em níveis solares e pôs-se a queimar toda a árvore circulatória. Um incêndio interno que fez o coração, cavalo que corre por si, terminar a corrida em Donana e Adolfo." 

Segundo a própria Andrea del Fuego explicou nesta entrevista, o romance é uma oferenda aos seus antepassados já que mistura fatos reais com ficção, as personagens Júlia e Antônio, por exemplo, representam seus tios-avós e Nico, seu avô. Andrea del Fuego vem resgatar com muita propriedade o realismo fantástico, um estilo já um pouco esquecido e desgastado na literatura latino-americana, mas que ganha novo fôlego nesta obra que é pura poesia. O vídeo abaixo explica um pouco do processo criativo de Andrea del Fuego.

Comentários

myra disse…
oi, querido amigo, aqui estou, deve ser muito bom este livro, mas é uma pena que aqui aonde estou e continuo sem gostar para nada, nao vou poder encontrar!!!
um gde abraço,
Gerana Damulakis disse…
É, promete, e como não gosto de dizer "não li, não gostei", confesso que ela ainda não me aliciou.
Kovacs disse…
Myra, por outro lado a produção nas artes plásticas parece estar indo muito bem em Israel pelo que notamos no seu blog!
Kovacs disse…
Gerana, vale a pena dar uma chance para Andrea del Fuego, acho que você vai gostar.
Lígia Guedes, disse…
Kovacs, del Fuego...
pequena miragem
em teu belo mundo.
Kovacs disse…
Lígia, belo codinome ela escolheu.
Lia Noronha disse…
Maravilhoso esse livro..abraços carinhosos
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

As 20 obras mais importantes da literatura brasileira

As 20 obras mais importantes da literatura portuguesa

As 20 melhores distopias da literatura

20 grandes escritoras brasileiras

As 20 obras mais importantes da literatura italiana

As 20 obras mais importantes da literatura francesa