Olga Tokarczuk leva o Man Booker International Prize 2018


A polonesa Olga Tokarczuk é a vencedora do Man Booker International Prize versão 2018 com o romance Flights, lançado no Brasil em 2014 como Os Vagantes pela editora Tinta Negra. O livro narra as histórias de várias personagens como o anatomista holandês do século XVII Philip Verheyen, que descobriu o tendão de Aquiles, passando por um escravo tornado cortesão do século XVIII na Áustria, até uma mulher, no presente, que acompanha o seu marido num cruzeiro nas ilhas gregas.

Além de Olga Tokarczuk, constavam da relação de finalistas (shortlist) deste ano o espanhol Antonio Muñoz Molina, o iraquiano Ahmed Saadawi, a sul-coreana Han Kang (vencedora da versão 2016), a francesa Virginie Despentes e o húngaro László Krasznahorkai (vencedor da versão 2015).

Olga, nascida em 1962, é autora de oito romances e de duas antologias de contos. A versão internacional do Man Booker, um dos mais conceituados prêmios em língua inglesa, foi criada em 2005 para prestigiar as obras de ficção de qualquer país, desde que traduzidas para o inglês. Segundo o procedimento da organização, o valor de de 50.000 libras será dividido igualmente entre a autora e a tradutora Jennifer Croft.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Albert Camus - A Morte Feliz

Penguin Little Black Classics

As 20 obras mais importantes da literatura brasileira

Geny Vilas-Novas - Fazendas ásperas

Milton Hatoum - A Noite da Espera

20 grandes escritoras brasileiras