Ernesto Sabato - El Túnel

Literatura argentina
Este é um daqueles clássicos tão essenciais que recomenda-se ler no idioma nativo sob pena de correr o risco do efeito "lost in translation". Não é uma tarefa das mais complexas, visto que o argentino Ernesto Sabato (1911-2011) não precisou de mais de 150 páginas e um vocabulário clássico/básico em espanhol para escrever, em 1948, um dos romances psicológicos mais bem construídos e intensos da história da literatura. Para aqueles que preferirem passar por esta aventura no bom e velho idioma português, existe uma antiga edição traduzida lançada em 2000 pela Companhia das Letras.

Sabato utiliza uma narrativa em primeira pessoa para contar a história de solidão, loucura e crime de seu protagonista, o pintor Juan Pablo Castel que, já no parágrafo de abertura do romance, confessa o assassinato de María Iribarne, a mulher casada por quem tinha se apaixonado perdidamente. O conturbado relacionamento é descrito e explicado por Castel à partir de sua própria visão existencial, a visão de um homem isolado em seu próprio mundo, atravessando o túnel de sua vida, só e incomunicável. Nunca fica claro, apesar do raciocínio analítico do protagonista, se ele tem algum tipo de razão por seu sentimento desenfreado de possessão e ciúme que termina de forma trágica.

O documentário "Ernesto Sábato, Mi Padre", lançado em 2010 na Argentina e dirigido pelo seu filho Mario Sabato mostra o maior escritor argentino em família e apresenta algumas declarações memoráveis, como esta: "O relacionamento que tenho com meus netos é muito diferente do que tive com meus filhos". Mario Sabato resume de outra forma mais direta: "Meu pai proporcionava as tempestades. Minha mãe, os amanheceres". Vale lembrar também a importância da atuação política do escritor na redemocratização da Argentina, tendo preparado o relatório "Nunca Más", que reuniu provas sobre a ditadura argentina em 1984. O relatório é conhecido como "Informe Sabato".

Comentários

Gerana Damulakis disse…
Li O túnel este ano, coloquei um trecho no Leitora. Adorei e as pessoas disseram que Sobre heróis e tumbas é melhor ainda.

Sua postagem é de 1ª. Se houvesse um concurso de blogs, eu votaria no Mundo de K como o melhor blog sobre livros, leituras, informações culturais.
Bento Moura disse…
Oi Kovacs,
Há uns dez anos atrás, vi uma exposição das pinturas dele no MASP que me chamou bastante a atenção.
Eu nunca li nada dele, portanto você acha que seria uma boa conhecer sua obra começando por este livro ou indicaria outro?
Abração e obrigado.
Bento Moura disse…
Oi Gerana, que engraçado... enquanto escrevia você postou o comentário inclusive me respondendo
... risos. Vou olhar seu blog também.
Gerana disse…
Oi, Bento: belíssimo seu site, as telas, os poemas. Pelo que vi e li, a palavra que me ocorre é elegância.
Mi Müller disse…
Báh mais um livro para a infindável lista de espera, não vou ler no original, mas acabei de comprar no estante virtual, tuas indicações são sempre primorosas. Depois te conto o que achei!

estrelinhas coloridas...
Anônimo disse…
Boa noite, acho que tenho um parente seu -- membro de sua família? -- Seus antepassados vieram da Hungria? -- no meu blog. Um senhor, retratado por Vilmos Aba-Novák. Dê uma olhadinha, quem sabe se não é um tio-avô?

Estou de mudança. DEixei Copacabana pela Gávea. Caos total em minha vida. 16 dias usando uma LAN HOUSE, até consertarem a linha telefônica. E é assim que dizem estarmos a caminho do 1º mundo!

Aproveite e dê uma olhadinha no New York Times de hoje e veja um artigo sobre o problema da educação no Brasil. O pior é que estão certos. Se não achar eu mando para você por email.

Abraços, Ladyce
Kovacs disse…
Gerana, também concordo que "Sobre Heróis e Tumbas" é melhor (escrevi uma resenha no Mundo de K), mas são ambos clássicos.

Melhor do que qualquer concurso ou votação é a presença dos amigos que consegui reunir por aqui!

O site e os trabalhos do Bento Moura são mesmo fantásticos, fico feliz de ter feito as apresentações.
Kovacs disse…
Bento, na minha opinião "Sobre Heróis e Tumbas" é o melhor livro de Sabato, mas é um pouco "barra pesada" (em todos os sentidos), talvez seja melhor iniciar com este "O Túnel".

Voce vai gostar muito do blog da Gerana, ela sabe tudo de literatura!
Kovacs disse…
Mi, é como eu sempre digo por aqui: imagine se esta lista das futuras leituras acabasse... O que seria de nós, pobres leitores compulsivos?
Kovacs disse…
Ladyce, meu pai realmente era húngaro, Kovacs é um nome bastante comum na Hungria, quem sabe este senhor não é um parente distante. Vou lá no seu blog checar e também a matéria do New York Times. Obrigado pela dica.

Ainda resisto em Copacabana, um bairro sem igual (com tudo que isto tem de bom e ruim).
Anônimo disse…
Kovacs, A-DO-RO Copacabana. O bairro mais democrático do Rio de Janeiro. Quer conhecer o Rio? More em Copacabana. Mas herdei o apto de mamãe na Gávea. Resolvi tentar... Veremos! Obrigada pela visita, um abração, Ladyce
Gerana Damulakis disse…
Fui ler a sua resenha de Sobre heróis e tumbas. Vc concorda com a minha amiga virtual argentina, Silvia, que apontou o Sobre... como a obra maior de Sabato. Por sinal, ela conhece o escritor.
Bento Moura disse…
Oi Kovacks, vou seguir seu conselho começando pelo "O Tunel", mas estou doidinho para chegar a "Sobre..." - Tenho um descaminho que me faz gostar desses abismos e indigestões(risos). Novamente obrigado por recomendar meu trabalho.

Gerana, querida, obrigado também pelas palavras. Já vi sua página e o Kovacs tem razão: maravilhoso.

Gente, eu adoro um bar/boteco para falar sobre estes assuntos... Mas confesso que aqui está muito melhor, porque reune pessoas formidáveis que nem sempre o bar proporciona. Então, pela proximidade oferecida sugiro um brinde ao K, Gerana e todos os amigos. Tin tin...
Alex disse…
Mais uma dica valiosa. Mais um autor que conheço por aqui. Parabéns, Kovacs. Obrigado pela dica.

Um forte abraço.
Lígia Guedes; disse…
Hum... brinde ao K!
Irresistível!
Um abraço aos amigos!
Kovacs disse…
Gerana, aguardo a sua leitura e comentários de "Sobre Heróis e Tumbas"!
Kovacs disse…
Bento, obrigado pela gentileza e concordo plenamente com você, por aqui encontrei pessoas formidáveis!

Um brinde a todos!
Kovacs disse…
Alex, tenho certeza de que você vai gostar muito de Ernesto Sabato. Aguardo seus comentários.
Kovacs disse…
Lígia, retribuo o brinde! Obrigado pela gentileza.
myra disse…
que bom que colocou a E. Sabato aqui! grande escritor!
abraços
sabe coloquei um blog de meu irmao no nosso blog, com certeza voce ja conhece...mas se tiver tempo da uma olhada, e quem sabe um comentario, tbem tem o começo de uma coisa minha ( em espanhol:) no meu Parole!obrigada
Beto disse…
Obrigado pela dica Kovac, queria o nome de um livro do Sábato para começar a conhecer sua obra. Estou estudando espanhol em Buenos Aires e vou ler o Túnel no original. Aqui tem a fundaçao Ernesto Sábato. Segue o link
www.fundacionernestosabato.org/

Um Grande Abraço.
Kovacs disse…
Beto, primeiramente seja muito bem-vindo por aqui. Obrigado pelo comentário e dica (link) que irei verificar agora mesmo.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

Os melhores livros e resenhas de 2019

As 20 obras mais importantes da literatura brasileira

As 20 obras mais importantes da literatura portuguesa

20 grandes escritoras brasileiras

As 20 obras mais importantes da literatura francesa

As 20 obras mais importantes da literatura italiana