Vencedores do Prêmio São Paulo de Literatura 2021

Literatura brasileira contemporânea

Divulgados os vencedores da 14ª edição do Prêmio São Paulo de Literatura, versão 2021. A premiação, promovida pelo Governo do Estado de São Paulo, foi dividida este ano em duas categorias: “Melhor Romance do Ano de 2020” e “Melhor Romance de Estreia do Ano de 2020”, cada um receberá um prêmio de R$ 200 mil.

Na categoria de "Melhor Romance do Ano de 2020" o mineiro Edimilson de Almeida Pereira levou o Prêmio São Paulo de Literatura com a obra Front, da Editora Nós, e a gaúcha Morgana Kretzmann venceu na categoria “Melhor Romance de Estreia do Ano de 2020”, com o livro Ao pó, da Editora Patuá.

Edimilson de Almeida Pereira nasceu em Juiz de Fora, Minas Gerais. É poeta, ficcionista, ensaísta, professor e pesquisador da cultura e da religiosidade afro-brasileiras. Pereira é Professor Titular de Literatura Brasileira da Faculdade de Letras da Universidade Federal de Juiz de Fora. Autor prolífico, com dezenas de livros e artigos.

Morgana Kretzmann nasceu na cidade de Tenente Portela, interior do Rio Grande do Sul, vive em São Paulo, é atriz, roteirista e produtora cultural, com prêmios nacionais e regionais. Também é formada em Gestão Ambiental pelo Instituto Federal de Santa Catarina. ‘Ao pó’ é seu romance de estreia.

Parabéns às duas valentes Editoras: Nós e Patuá. Este ano a edição obteve um recorde de 281 inscritos. Segue abaixo a relação completa de finalstas:

Melhor Romance do Ano de 2020 

Edimilson de Almeida Pereira, Front (Nós) 
Giovana Madalosso, Suíte Tóquio (Todavia) 
Jeferson Tenório, O avesso da pele (Schwarcz) 
Maria José Silveira, Maria Altamira (Instante) 
Menalton Braff, Além do Rio dos Sinos (Reformatório) 
Michel Laub, Solução de dois estados (Schwarcz) 
Nélida Piñon, Um dia chegarei a Sagres (Record) 
Noemi Jaffe, O que ela sussurra (Schwarcz) 
Sandra Godinho, Tocaia do Norte (Penalux) 
Sheyla Smanioto, Meu corpo ainda quente (Nós) 

Melhor Romance de Estreia do Ano de 2020 

Caê Guimarães, Encontro você no oitavo round (Record) 
Emmanuel Mirdad, Oroboro baobá (Penalux) 
Eury Donavio, Fiados na esquina do céu com o inferno (Coqueiro) 
Glaucia Vale & Willian Vale, A mãe do ouro (Giostri) 
José Falero, Os supridores (Todavia) 
Marcela Dantés, Nem sinal de asas (Patuá) 
Mariana Brecht, Brazza (Moinhos) 
Morgana Kretzmann, Ao pó (Patuá) 
Renata Belmonte, Mundos de uma noite só (Faria e Silva) 
Sidnei Xavier dos Santos, A linha augusta do campo (Quelônio) 
Wagner G. Barreira, Demerara (Instante)

Onde encontrar os livros: Clique aqui para comprar Front de Edimilson de Almeida Pereira ou aqui para comprar Ao pó de Morgana Kretzmann

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

As 20 obras mais importantes da literatura brasileira

As 20 obras mais importantes da literatura dos Estados Unidos

As 20 obras mais importantes da literatura francesa

As 20 obras mais importantes da literatura portuguesa

20 grandes escritoras brasileiras

As 20 obras mais importantes da literatura japonesa