Luciano Lanzillotti - Fotografia de um minério

Poesia brasileira contemporânea
Luciano Lanzillotti - Fotografia de um minério - Editora Folheando - 128 Páginas
Capa: Angel Cabeza - Lançamento: 2023.

Depois do seu original livro de estreia, Geometria do Acaso, no qual Luciano Lanzillotti nos ensinou como a poesia, ao lidar com elementos não mensuráveis, pode também se inspirar em uma rigorosa ciência como a geometria e suas relações entre comprimentos, áreas e volumes, o título de seu mais recente lançamento me remete a um poema do nosso essencial e insuperável pernambucano João Cabral de Melo Neto (1920-1999) que, embora inserido em outro contexto, bem poderia ter servido como epígrafe para esta obra devido à ideia semelhante de buscar no reino mineral algum tipo de inusitada comparação com a natureza humana:

"Uma educação pela pedra: por lições; / para aprender da pedra, frequentá-la; / captar sua voz inenfática, impessoal / (pela de dicção ela começa as aulas). / A lição de moral, sua resistência fria / ao que flui e a fluir, a ser maleada; / a de poética, sua carnadura concreta; / a de economia, seu adensar-se compacta: / lições da pedra (de fora para dentro, / cartilha muda), para quem soletrá-la. // Outra educação pela pedra: no Sertão / (de dentro para fora, e pré-didática). / No Sertão a pedra não sabe lecionar, e se lecionasse, não ensinaria nada; / lá não se aprende a pedra: lá a pedra, / uma pedra de nascença, entranha a alma." (João Cabral de Melo Neto - "A educação pela pedra", 1966). 

Em Fotografia de um minério, encontramos este mesmo interesse na condição humana, como bem destacado na introdução do poeta Ruy Espinheira Filho: "[...] todas essas páginas transitam, sobretudo, como ocorre sempre na melhor poesia, pela condição humana em situações essenciais: o enigma do ser, a brevidade no mundo, a necessidade de ir em frente, sempre e sempre. Tudo com a presença dos sentimentos, das carências, do amor, como sempre, repito, na melhor poesia." Deixo com vocês alguns exemplos dos versos de Luciano Lanzillotti, selecionados de cada uma das quatro partes do livro: jaspe, opala, quartzo e turmalina.

Projeções

O que tanto projetam
em mim
e que ainda
não aprenderam
que justamente 
isso
é o que não me cabe
ser?

Que tantas palavras
ou silêncios
os incomodam
como se feras
trancafiadas
em loucas masmorras?

Que parte
de minha biologia
não se insere
em suas
eugenias tortas?

Que forma
será essa
a que tanto buscam
se adequar
adequando-me

e com a qual
pouco me importo
desde que
me compreendo
enquanto gente?

Anêmico

Levantamos sem propósito
para caminharmos
sem desejo
até um emprego
anêmico.

Divagamos sobre flores
auroras
bebericamos vinho.

Desempenhamos funções
ostentamos vagos
saberes

e ao fim
o resultado da conta
será sempre
o mesmo.

Ressonância

Entro pelos pés
no túnel de ressonância.

Quase um metro e oitenta
entre ossos, sangue
massa cinzenta.

Na sala ao lado
equipe busca classificar as imagens
vistas no monitor
enquanto tomam café
e falam sobre os planos
para o próximo
fim de semana.

Biblioteca

Uma biblioteca
descansa dos homens:
de sua sede
de conhecimento
poder;

de sua infame
inutilidade
do tempo;

da injusta necessidade
de buscar sentido
para tudo
o que não tem nome.

Poesia brasileira contemporânea
Sobre o autor:
 Luciano Lanzillotti nasceu no Rio de Janeiro, em 1975. É mestre e Doutor em Literatura Brasileira pela UFRJ, com pesquisas sobre as poéticas de Manuel Bandeira e Ruy Espinheira Filho. Faz parte de antologias especializadas em literatura contemporânea, em mídias impressas e digitais. Edita o blog Orelha de papel e é autor do livro Geometria do Acaso (Dialética, 2021).

Onde encontrar o livro: Clique aqui para comprar Fotografia de um minério de Luciano Lanzillotti

Comentários

Muito obrigado,Kovacs, ficou ótimo.
Alexandre Kovacs disse…
Oi Luciano, parabéns e boa sorte na divulgação do livro.

Postagens mais visitadas deste blog

As 20 obras mais importantes da literatura japonesa

As 20 obras mais importantes da literatura francesa

20 grandes escritoras brasileiras

As 20 obras mais importantes da literatura italiana

As 20 obras mais importantes da literatura portuguesa

As 20 obras mais importantes da literatura dos Estados Unidos