Jokha Alharthi leva o Man Booker International Prize 2019

Prêmios Literários Internacionais

Jokha Alharthi é a vencedora do Man Booker International Prize versão 2019.  Ela é a primeira escritora do Omã a ser traduzida para o inglês e também a primeira autora do Golfo Pérsico a ganhar o prêmio. O romance Celestial Bodies trata de relações familiares por meio da história de três irmãs que moram na aldeia de al-Awafi — Mayya, que se casa com um pretendente de uma família rica depois de um desgosto de amor; Asma, que casa por dever; e Khawla, que espera pelo retorno de um homem que emigrou para o Canadá.

Jokha Alharthi é inédita em língua portuguesa, mas certamente alguma editora, no Brasil ou Portugal, se interessará em divulgar sua obra. Para conhecer mais sobre ela, recomendo visitar o site oficial, onde há uma citação em destaque de Virginia Woolf: "But there is no gate, no lock, no bolt that you can set upon the freedom of my mind.", inspirador não é mesmo?

A versão internacional do Man Booker, um dos mais conceituados prêmios em língua inglesa, foi criada em 2005 para prestigiar as obras de ficção de qualquer país, desde que traduzidas para o inglês. Segundo o procedimento da organização, o valor de 50.000 libras deverá ser dividido igualmente entre a autora e a tradutora Marilyn Booth (conheça aqui a relação de finalistas).

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas deste blog

As 20 obras mais importantes da literatura brasileira

As 20 obras mais importantes da literatura portuguesa

As 20 obras mais importantes da literatura italiana

As 20 obras mais importantes da literatura francesa

20 grandes escritoras brasileiras

Vencedores do Prêmio Jabuti 2019