Whisner Fraga - Usufruto de demônios

Literatura brasileira contemporânea
Whisner Fraga - Usufruto de demônios - Editora Ofícios Terrestres - 88 Páginas - Capa e diagramação: Fernanda Cistina Martins Pestana - Imagem de capa: Claude Kappler - Lançamento: 2022.

O mais recente lançamento de Whisner Fraga é uma coletânea de minicontos que, já a partir do sugestivo título, demonstra o cuidado do autor com a escolha da palavra exata. Na verdade, os fragmentos de narrativa são impulsionados por um lirismo que nos faz pensar em poesia, como em sacerdócio"o primeiro sol apanha o homem cerzindo infinitos, conluios, emboscadas, traições, os óculos atracados ao nariz, a esperança requeimada, o primeiro sol veste a cadeira, aduba o sonho, a história entorna letras pelo papel, tudo é virginal e nem sabe se vingará, mas é vivo: ele admite um prenúncio cintilando no vértice da palavra, a coreografia da imperfeição."

Assim como no seu livro anterior, O que devíamos ter feito, o  autor utiliza como matéria-prima para a construção de seus contos algumas das nossas mazelas contemporâneas; os impasses existenciais, morais e políticos que se revelaram durante a recente crise da pandemia, temas que não se esgotam facilmente. A literatura de Whisner Fraga é uma espécie de ritual de exorcismo para combater esses demônios que assolam o nosso país na forma de violência, preconceito ou até mesmo indiferença, frente à desigualdade social que isola o crescente número de excluídos nas comunidades carentes em um cruel processo de desumanização.

Percebemos algumas passagens autobiográficas e novamente a figura de Helena, a misteriosa interlocutora e confidente presente em outros livros do autor, assim como uma nova personagem recorrente em alguns contos: uma menina, não nomeada, que simboliza a preocupação com um presente amargo e um futuro incerto, como em a menina que ri: "viver consigo é esse duelo: tateia evidências e quer o mapa das coisas: da benquerença, da euforia, mas só lhe entregam caminhos bifurcados, névoas: ameaça um coque, enlaça os olhos do acaso e descobre proteção e brutalidade: continua calada, porque o silêncio é uma vastidão." 

régio
Um conto de Whisner Fraga 

a professora sistematiza a escada de crianças: maiores atrás – josé, comprido para a idade, atraca os pés, desobedece: o lugar dele é na frente, o primeiro da fila: naquele momento decide: jamais seguirá os passos de ninguém.

onde estará o pai
Um conto de Whisner Fraga 

as oito sacolas biodegradáveis escorregavam da cautela apressada e a mulher insistia, imponente, nos passos até a porta, o menino no encalço, pois só assim podia ser: escoltar a mãe e, às vezes, obedecer – ela estacou defronte à fechadura, transferiu as compras do braço direito para o esquerdo e procurou a chave – eles só pretendiam entrar – recuou a imaginação até o carro, estacionado na rua, imaginou as janelas abertas, a afobação do motor, a brutalidade do vento nos cabelos e experimentou, primeiro o rigor do couro, depois o calafrio do metal, para, repentinamente, pousar uma serenidade naquela avidez – precisava esperar, qualquer coisa aconteceria a partir dali, algo brando, porém abrupto.

nunca se sabe como um assalto pode terminar
Um conto de Whisner Fraga 

ele imagina: graças a deus, graças a deus me safei dessa, estou em casa com a esposa, com a filha, graças a deus estamos abraçados esperando a novela começar, mas o revólver ainda está apontado para  a testa dele e não descobre o que fazer com o moleque ordenando o dinheiro, o celular, o relógio, ou hoje é o seu dia de morrer, rápido ou aperto o gatilho.

 

Sobre o autor: Whisner Fraga é mineiro de Ituiutaba, autor dos livros As espirais de outubro, romance, Nankin, 2007, Abismo poente, romance, Ficções, 2009, Lúcifer e outros subprodutos do medo, contos, Penalux, 2017, O privilégio dos mortos, romance, Patuá, 2019 e O que devíamos ter feito, contos, Patuá, 2020, entre outros. Participou das antologias Os cem menores contos brasileiros do século, organizada por Marcelino Freire e Geração zero zero, organizada por Nelson de Oliveira. Foi traduzido para o inglês, alemão e árabe. Resenha obras de literatura contemporânea no canal Acontece nos livros, no YouTube.

Onde encontrar o livro: Clique aqui para comprar Usufruto de demônios de Whisner Fraga

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

As 20 obras mais importantes da literatura brasileira

As 20 obras mais importantes da literatura dos Estados Unidos

As 20 obras mais importantes da literatura japonesa

As 20 obras mais importantes da literatura francesa

As 20 obras mais importantes da literatura portuguesa

20 grandes escritoras brasileiras